Crime brutal

Preso homem que matou os quatro filhos em Alvorada

Ele foi capturado no Centro de Porto Alegre após a Brigada Militar receber uma denúncia anônima.

Compartilhe:
Indivíduo foi preso em Porto Alegre. Foto: reprodução de vídeo / RBS TV

Foi preso o homem que matou os próprios filhos em Alvorada, na região metropolitana, ontem (13). Ele foi capturado no Centro de Porto Alegre ao tentar fugir da polícia. Em depoimento, ele confessou que o objetivo na morte dos filhos era atingir a ex-companheira, que tinha acabado o relacionamento com ele.

Conforme a Brigada Militar, policiais militares do 9º BPM (9⁰ Batalhão de Polícia Militar) foram acionados após uma denúncia sobre o indivíduo. Ele estava na área central e estaria buscando se esconder em um hotel.

Os policiais realizaram uma verificação sobre a denúncia e encontraram o autor do crime, que foi preso em flagrante delito. Ele foi conduzido pelos policiais militares até o Palácio da Polícia, sede da Polícia Civil, onde foi autuado pelo quádruplo homicídio.

Em depoimento informal aos militares, o homem admitiu que matou as crianças para se vingar da ex-companheira. A mulher tinha encerrado um relacionamento com ele. A Polícia Civil tinha registro de um caso de violência doméstica registrado pela mãe das crianças contra o autor do quádruplo assassinato.

Após a prisão ser formalizada, ele foi encaminhado ao sistema prisional.

Como foi o crime em Alvorada

O crime que aconteceu na rua Hermes Pereira de Souza, no bairro Piratini. As vítimas, que são todos irmãos, têm de 3, 6, 8 e 11 anos de idade. O indivíduo teria oferecido um chá com sedativo aos próprios filhos e depois atentado contra a vida deles. Segundo a polícia, a criança de 3 anos teria sido morta asfixiada. As demais teriam sido esfaqueadas.

O indivíduo, de 28 anos, teria recebido os filhos para passar o fim de semana, mas teria se recusado a deixar elas retornaram para a casa da mãe, com quem viviam em Porto Alegre. O casal estava separado e a mulher tinha medida protetiva contra ele.


Compartilhe: