Verão Agora

Praias do RS recebem reforço de mais 544 guarda-vidas

Ao longo da operação, a estimativa é que 272 postos de salvamento estejam ativados no Rio Grande do Sul.

Compartilhe:
Crédito da foto: soldado Ribeiro/PM5/Brigada Militar

As praias do Rio Grande do Sul terão maior número de guarda-vidas a partir deste fim de semana, com o início da Operação RS Verão Total, do Governo do Estado. A cerimônia de abertura da temporada de veraneio ocorreu na praia de Capão da Canoa. O evento teve a presença do governador Ranolfo Vieira Júnior, da primeira-dama Sônia Vieira, de secretários de Estado, do governador eleito, Eduardo Leite, e do vice-governador eleito, Gabriel Souza.

Conforme dados do Governo do RS, a operação vai contar com 1.004 guarda-vidas. Deste contingente, 590 são militares de carreira e outros 414 atuarão como guarda-vidas civis temporários. Os agentes vão garantir a segurança dos banhistas, inicialmente em 214 guaritas. Ao longo da operação, a estimativa é que 272 postos de salvamento estejam ativados.

A partir deste sábado (17), 544 guarda-vidas do CBMRS já estão atuando nas guaritas. Outros 46, cedidos pela Brigada Militar, vão se somar à operação nos próximos dias. A partir de 24 de dezembro, serão agregados ao efetivo mais 274 guarda-vidas civis e, em janeiro, outros 140.

“Esse é um dia exemplar para essa abertura, anunciando um verão que certamente será muito bem aproveitado pelos gaúchos e por todos os turistas que visitam nosso Estado na alta temporada. A operação, que já é tradicional, se dá em razão da grande transferência de pessoas para o litoral durante o verão, e o Estado precisa também transferir recursos humanos e investimentos para esses locais neste período”, disse o governador.

O secretário de Turismo e coordenador da Operação RS Verão Total, Raphael Ayub, elencou os investimentos aportados e destacou a integração. “É uma operação totalmente transversal, que engloba todas as secretarias. Fizemos todo o necessário para que a operação ocorra da melhor maneira possível. Neste ano também com um olhar muito voltado para o turismo”, disse o secretário.

Policiamento reforçado e ações integradas

A ação de veraneio, no entanto, não se resume em mais guarda-vidas nas guaritas à beira da praia. Haverá reforço do policiamento, da atuação de agentes públicos do Detran, da área de Saúde, da pasta de Emprego e Renda, Meio Ambiente, entre outras. Ao todo, 37 órgãos e entidades do Estado vão atuar de forma integrada, em parceria com prefeituras, até março de 2023.

Além de policiamento ostensivo, a Brigada Militar vai atuar em diversas frentes. O Comando Rodoviário irá atuar na fiscalização e orientação do tráfego de veículos em direção ao Litoral. Brigadianos vão realizar ações lúdicas para crianças e até o acolhimento a pessoas que se perderam de amigos e familiares na praia através de micro-ônibus instalados nas praias. Para tal, os efetivos do CRPO (omando Regional de Policiamento Ostensivo) do Litoral, do CRPO do Sul, do CABM (Comando Ambiental) e do CRBM serão reforçados com outros 1.080 brigadianos.No total, serão 2.498 policiais militares e 675 viaturas ao longo de todo o período da Operação RS Verão Total.

Na Polícia Civil, além dos 312 policiais que compõem o efetivo das regiões, 948 servidores entre delegados e agentes foram destacados para reforçar a atuação no Litoral Norte, Litoral Sul, Costa Doce, Serra e municípios fronteiriços do RS, utilizando ao todo 135 viaturas.

O IGP (Instituto-Geral de Perícias) vai contar com mais médico-legistas, técnicos em perícia, peritos criminais, papiloscopista e fotógrafos. O acréscimo de 84 servidores ao efetivo local de 26 profissionais, empregando sete viaturas, para atender em locais de crimes e perícia em veículos.


Compartilhe: