COVID-19

Uso de máscaras em ambientes hospitalares volta a ser obrigatório em Porto Alegre

Medida busca preservar os profissionais que atuam nas pontas dos serviços de saúde

Compartilhe:

A prefeitura de Porto Alegre voltou a tornar obrigatório o uso de máscaras em ambientes da área da saúde da Capital. A determinação consta no decreto nº 21.790, publicado no Dopa (Diário Oficial de Porto Alegre), e vale para instituições públicas e privadas.

São abarcadas no decreto áreas assistenciais de hospitais, pronto atendimentos, unidades de saúde da Atenção Primária em Saúde e ILPIs (instituições de longa permanência de idosos).

A medida está baseada em um parecer da SMS (Secretaria Municipal de Saúde). Ela busca preservar os profissionais que atuam nas pontas dos serviços de saúde.

Há mais um destaque da SMS (Secretaria Municipal da Saúde). A pasta recomenda, ainda, do uso de máscaras, entre outros, por gestantes, pacientes com imunidade baixa ou em tratamento de doenças, pacientes de clínicas e consultórios privados, pessoas com sintomas respiratórios.

Aumento dos casos

O decreto é publicado no contexto do aumento de casos de Covid-19 em Porto Alegre e no restante do Estado. A prefeitura de Porto Alegre diz estar atenta ao cenário epidemiológico e observa as variações de indicadores para as tomadas de decisões.

Segundo a prefeitura, a decisão do Executivo Municipal foi tomada em consenso com representantes de hospitais, após reunião virtual. Ao mesmo tempo, a decisão vem como uma retomada brusca em relação a outra tomada no dia 7 de novembro, quando a prefeitura havia flexibilizado a exigência de máscaras nesses ambientes.


Compartilhe: