PACOTÃO

Grêmio contrata mais três reforços para a próxima temporada

Os três novos reforços serão apresentados nesta quinta-feira junto com o elenco do Grêmio.

Compartilhe:

O Grêmio comunicou, na noite desta quarta-feira (7), um pacotão com mais três reforços para a temporada 2023.

Foram confirmados como reforços do tricolor gaúcho o zagueiro Bruno Uvini, o lateral-esquerdo Reinaldo e o atacante Everton Galdino. Eles irão se apresentar na tarde desta quinta-feira (8).

Reinaldo 

Reinaldo Manoel da Silva foi revelado pela Penapolense, do interior de São Paulo. Depois de passar pelo Paulista de Jundiaí e pelo Sport Recife, foi contratado pelo São Paulo, no final de 2013.

Em 2016 foi emprestado a Ponte Preta e, no ano seguinte, defendeu a Chapecoense, levando a equipe catarinense a disputa da Copa Libertadores.

Em 2018, renovou contrato com o São Paulo permanecendo no time paulista até o final deste ano. No São Paulo, ele atuou por sete temporadas (2014, 2015, 2018, 2019, 2020, 2021 a 2022) conquistando o Estadual de 2011 e sendo escolhido como melhor de sua função nos Paulistões de 2018, 2019 e 2021.

Ele assinou com o Grêmio por duas temporadas.

Crédito: Divulgação/Grêmio

 

Everton Galdino

O meia-atacante Everton Galdino assinou com o Grêmio por um ano de empréstimo, com opção de compra.

Ele é natural de Osasco (SP), mas foi revelado pelas categorias de base do Vila Nova (GO). Se profissionalizou pela equipe goiana em 2016 até ser contratado pelo Tombense (MG), no ano seguinte.

Chegou a ser emprestado para Ponte Preta, em 2019, e ao Figueirense, em 2020, até voltar ao Tombense disputando a Série B deste ano pela equipe mineira. Nesta temporada, fez 51 jogos e 9 gols.

Crédito: Grêmio/Divulgação

 

Bruno Uvini

O experiente zagueiro, Bruno Uvini, 31 anos,que estava no futebol japonês, assinou contrato de um ano, com opção de renovação.

Natural de Capivari (SP), Bruno começou na equipe sub-17 do São Paulo, clube onde se destacou sendo o capitão das divisões de base, em Cotia.

Aos 19 anos, logo após conquistar a Copinha de 2010 com a equipe paulista, o zagueiro fez sua estreia como profissional exatamente em uma partida contra o Grêmio. Ele entrou no segundo tempo na derrota do seu time para o Grêmio por 4 a 2, no Estádio Olímpico.

Em 2011, fechou com o Tottenham (Inglaterra) até ser vendido ao Napoli (Itália), no ano seguinte. Atuando pela equipe italiana, foi convocado para defender a Seleção Brasileira nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, ficando com a medalha da prata. Teve passagem por empréstimo pelo Siena (Itália), Santos e Twente (Holanda).

Em 2016, mudou o rumo da carreira e foi para o Al Nassr, da Arábia Saudita, passando a rodar pelo futebol asiático. Deixou o clube em 2019 para o Al-Wakrah, do Qatar, onde ficou por uma temporada.

Voltou ao futebol saudita para defender o Al Ittihad, clube que atuou até 2021, quando assinou com o FC Tokyo, sua última equipe.

Além da medalha de prata em Londres, pela seleção brasileira venceu a Copa Sendai, de 2010, e o Sul-Americano e Mundial Sub-20, em 2011.

Crédito: Divlgação/Grêmio

Compartilhe: