Violência no trânsito

Fim de semana do Natal é marcado por mortes nas estradas gaúchas

Da meia-noite de sexta-feira (23) até as 10h da manhã desta segunda-feira (26), ao menos 13 pessoas haviam perdido a vida em colisões de trânsito e atropelamentos. 

Compartilhe:
Acidente na BR-116, na manhã desta segunda-feira. Foto: PRF / Divulgação

O fim de semana do Natal de 2022 foi marcado por vários acidentes de trânsito com morte no Rio Grande do Sul. Da meia-noite de sexta-feira (23) até as 10h da manhã desta segunda-feira (26), ao menos 13 pessoas haviam perdido a vida em colisões de trânsito e atropelamentos nas estradas gaúchas.

Na sexta-feira, um policial rodoviário federal morreu após ser atropelado no km 474 da BR-116, em São Lourenço do Sul, na região Sul do Estado. O PRF João Manoel da Silva Pinho, de 37 anos, estava realizando, na companhia de outros agentes, uma fiscalização de trânsito quando o motorista de um Golf realizou uma ultrapassagem em local proibido e colocou motoristas que dirigiam em sentido contrário para o acostamento. O policial deu ordem de parada ao infrator, mas foi atingido pelo veículo. Ele chegou a ser atendido, mas não resistiu aos ferimentos. O condutor que causou o atropelamento foi preso.

No sábado (24), um motociclista morreu ao perder o controle e bater contra uma árvore na avenida Ipiranga, no bairro Jardim Botânico, zona leste de Porto Alegre. A colisão ocorreu no sentido bairro-Centro, pouco antes da Terceira Perimetral. Segundo a Polícia Civil, agentes tiveram acesso a câmeras de segurança que mostraram a moto em alta velocidade pela via. A vítima foi identificada como Daniel Rodrigues, 26 anos.

No período da noite, o condutor de uma motocicleta bateu contra um ônibus intermunicipal na RSC-287, em Candelária, no Vale do Rio Pardo. O choque entre os veículos ocorreu por volta das 21h, no quilômetro 141 da rodovia. Com a força do impacto, a moto e o veículo de passageiros pegaram fogo. O condutor da motocicleta, de 18 anos, morreu no local e não teve a identidade divulgada. Nenhum dos 22 passageiros do coletivo ficou ferido.

No domingo (25), uma idosa morreu atropelada na ERS-239, em Parobé, no Vale do Sinos. O acidente ocorreu por volta das 3h da manhã no quilômetro 47 da rodovia. A vítima, que não teve a identidade divulgada, morreu no local. As causas do atropelamento não foram informadas pelo CRBM (Comando Rodoviário da Brigada Militar).

Cerca de oito horas depois, um acidente causou a morte de duas pessoas no quilômetro 5 da VRS-809, em Cachoeira do Sul, na região Central do Estado. Duas motos bateram em uma curva, próximo ao Balneário da Caixa d’Água, por volta das 13h30 da tarde. Pedro Henrique Loureiro dos Santos, de 22 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Marinara Rosa Lopes, de 23, foi socorrida com vida e atendida no HCB (Hospital de Caridade e Beneficiência), em estado gravíssimo. Apesar do esforço da equipe de saúde, o quadro de saúde da jovem continuou evoluindo até o óbito na manhã desta segunda-feira (26). As causas da colisão entre as motos são desconhecidas.

No fim da tarde de domingo, três pessoas morreram em um acidente entre dois carros na ERS-332, em Soledade, na região Norte do RS. De acordo com informações do CRBM, o condutor de um Ford Mustang perdeu o controle da direção após uma aquaplanagem e bateu contra um Citröen C3. Morreram Pauline Isopo, 34 anos, que era passageira do Mustang; Adriano Batista de Lima, de 51 anos, condutor do C3; e Helena de Lima, de apenas 4 meses, filha dele. O condutor do Mustang e a passageira do C3 ficaram gravemente feridos e seguem internados em Passo Fundo. O condutor do Mustang morreu dois dias depois do acidente (27).

Na noite de domingo, um homem morreu atropelado no quilômetro 2 da ERS-115, em Taquara, no Vale do Paranhana. O pedestre foi atingido por um Ford Focus, emplacado em Igrejinha, no sentido Taquara-Três Coroas. A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local. A identidade da vítima não foi informada.

Já na madrugada desta segunda-feira (26), um homem morreu e duas pessoas ficaram feridas na ERS-350, em Dom Feliciano, na região Sul do Estado. Houve uma colisão entre dois carros no quilômetro 66 da rodovia, que faz a ligação entre Encruzilhada do Sul e Camaquã. A identidade da vítima não foi informada.

Na BR-158, o condutor de uma moto Yamaha XVS 950 morreu em uma colisão lateral com uma caminhonete Chevrolet S-10, em Júlio de Castilhos, na região Central do Rio Grande do Sul. O acidente ocorreu por volta das 6h da manhã desta segunda, no quilômetro 266 da rodovia, quando o motociclista tentou ultrapassar um caminhão. Durante o procedimento, acabou atingido a caminhonete que vinha no sentido contrário. A vítima foi identificada como Eduardo Carnelosso, 32 anos. O nevoeiro que atingia a região pode ter contribuído para o contato entre os veículos.

Por fim, por volta das 8h15 da manhã, a Polícia Rodoviária Federal atendeu um acidente fatal no km 514 da BR-116, em Pelotas, na região Sul do Estado. Um ciclista que transitava na rodovia colidiu na traseira de um caminhão, com placas de Nova Prata, que aguardava para entrar em uma empresa. O ciclista, 39 anos, natural de Morro Redondo, veio a óbito no local.


Compartilhe: