AÇÃO SOCIAL

Defensoria Pública promove mutirão para cadastramento de famílias aptas ao recebimento de cestas básicas

O fornecimento das cestas básicas será mensal, durante o período de até seis anos. 

Compartilhe:
Foto: Anselmo Cunha/PMPA

A Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul realizará, na quarta-feira (7), um mutirão para cadastramento de famílias formadas por pessoas negras, para o recebimento de cestas básicas.

A ação acontecerá no CRAS Noroeste (Rua Irene Capponi Santiago, 290), das 9h às 15h, e será direcionada aos residentes do Bairro Passo D’Areia, em Porto Alegre, com renda “per capita” familiar de até um salário mínimo e meio.

Segundo a Defensoria Pública, além desses pré-requisitos, as famílias devem ser compostas por, pelo menos, uma criança ou adolescente devidamente matriculado no ensino médio, fundamental ou superior.

A concessão das cestas básicas é decorrente do Termo de Ajustamento de Conduta firmado com a empresa Vector Assessoria Empresarial. O fornecimento das cestas básicas será mensal, durante o período de até seis anos.

“A distribuição das cestas básicas contratadas será feita diretamente ao representante da família selecionada, na forma de produtos ou crédito a ser resgatado diretamente no estabelecimento comercial habilitado e selecionado”, disse a Defensoria Pública.

Para atendimento, as famílias deverão apresentar:

• Comprovante de renda (CTPS, Cartão bolsa família, Contracheques, 3 últimos extratos bancários);
• Documento com foto;
• CPF;
• Comprovante de residência;
• Certidão de nascimento do(s) filho(s);
• Atestado de matrícula.


Compartilhe: