MOBILIZAÇÃO

Árvore de Natal com 15 metros ilumina Morro da Cruz em Porto Alegre

A árvore de natal tem encantado os moradores em Porto Alegre. A produção mobilizou trabalhadores da comunidade.

Compartilhe:
natal porto alegre
Imagem da árvore de Natal no Morro da Cruz em Porto Alegre. Foto: Michel Couto/Divulgação

A árvore de Natal, as luzes e os grandes laços nas cores vermelho e verde tomaram conta do alto do Morro da Cruz, no bairro São José, em Porto Alegre.

Tradicionalmente conhecida pela encenação da Paixão de Cristo, que acontece há 63 anos, durante as festividades de Páscoa, a comunidade também quer se tornar uma referência natalina na cidade e um ponto turístico para as celebrações.

Com 15 metros, uma árvore de natal (com imensos cabos de aço iluminados que se encontram na brilhante ponteira de estrela) tem encantado os moradores. O empresário Michel Couto vem liderando desde 2019 a busca de parceiros para a realização do Morro da Luz, iniciativa que conta com atividades e shows, entre outras atrações gratuitas na região.

“Esta é uma data especial que representa amor, união, família e lembrança. E promover o Natal do Morro da Cruz, lugar onde me criei e que conheço cada pessoa é muito significativo”, ressaltou.

“É muito difícil a gente conseguir parceiros que acreditem no projeto. A entrada do Grupo Carrefour Brasil potencializou o nosso sonho de tornar o Morro um ponto turístico para a cidade”, completou.

Além do apoio ao Natal Morro da Luz, a rede de supermercados teve a iniciativa de patrocinar a construção da árvore.

“Viemos a Porto Alegre querendo colaborar com a comunidade, que é vizinha da nossa loja do Partenon. Quando conheci o Michel, perguntei o que faria sentido para a população, e ele nos ajudou a construir algo muito especial”, disse o Diretor de Relações Institucionais do Grupo Carrefour Brasil, Carlos Ely.

Mobilização 

A produção da árvore e dos enfeites mobilizou trabalhadores da comunidade como a Associação de Mulheres Maria da Glória, formada por artesãs que compuseram o grupo que confeccionou os adornos para o festejo.

“Fizemos um processo de reciclagem com revistas, CDs, jornais e garrafas pet, além de ganharmos grandes laços. Com todo esse material, fizemos os adereços que estão enfeitando as nossas ruas”, relatou a artesã Ângela Comunal, moradora da região.

Para o serralheiro Ari Gonçalves, o projeto incentiva os negócios locais e valoriza a vida das pessoas. “Como empreendedor, vejo como algo muito bom, sem falar na alegria das crianças que estão tirando fotos e se divertindo no entorno da árvore”, afirmou.

“Teve uma moradora da comunidade que tirou foto na árvore, e a patroa perguntou se ela tinha ido a Gramado”, contou Michel.

“É isso que nós queríamos, que o pessoal da periferia não precisasse ir ao shopping ou se deslocar para ter uma recordação bonita, um momento feliz com os seus filhos e familiares”, finalizou.


Compartilhe: