QUARTA DOSE

Burocracia atrasa campanha de vacinação contra covid-19 em Santa Cruz do Sul

O setor responsável pela imunização em Santa Cruz do Sul disse que a situação é burocrática, e que a cidade está esperando um “sinal verde” da SES

Compartilhe:

No ano que o Brasil comemora a chega da internet 5G, a falta de comunicação atrapalha na campanha de vacina contra a covid-19 no Rio Grande do Sul.

Os moradores de Santa Cruz do Sul reclamam que a faixa etária “estacionou” para a aplicação da quarta quarta dose. Já faz cerca de quatro meses que a cidade não sai dos 40 anos de idade.

Em alguns postos de saúde nem se sabe direito qual é a faixa etária que tem o direito de receber a quarta dose. Assim quem vai até à unidade de saúde acaba perdendo tempo.

A reportagem fez o teste em dois postos: pelo telefone falaram que está disponível a quarta dose para qualquer idade, mas no local (depois de várias conversas internas), informaram que não tinham autorização para vacinar pessoas com menos de 40 anos.

Nesta quinta-feira (10), o setor responsável pela imunização em Santa Cruz do Sul respondeu que a situação é burocrática, e que a cidade está esperando um “sinal verde” da SES (Secretaria Estadual da Saúde).

Segundo o setor, a cidade tem vacinas nos postos (que estão paradas por falta de mudança da faixa etária). Mas falta a SES enviar mais doses da vacina Janssen.

“A orientação da SES aos municípios é que priorizem a vacinação com 2º reforço para a população de 18 a 39 anos com comorbidades, para pessoas com 40 anos ou mais e para profissionais da saúde. Caso o município avalie que esses públicos já foram atendidos e haja disponibilidade de doses, pode ampliar a orientação para população em geral acima dos 18 anos”, respondeu a SES.

Conforme a SES, essa pactuação sobre a segunda dose de reforço foi publicada em 10 de agosto desse ano.

“SES orienta os municípios quanto as diretrizes da campanha de vacinação, de acordo com o Plano Nacional de Imunizações contra o Coronavírus”, completou.

A SES ainda não respondeu a seguinte pergunta: “A SES acompanha as ações de cada cidade e sabe que em Santa Cruz do Sul estacionou na faixa etária dos 40 anos? E assim as vacinas estão “paradas” por um longo tempo (4 meses)?”

Após a publicação da notícia, nesta sexta-feira (11), a Prefeitura de Santa Cruz do Sul, através do setor de Comunicação, entrou em contato com a equipe do Agora RS e enviou uma nota oficial sobre o assunto. Confira na íntegra:

A Prefeitura de Santa Cruz do Sul segue as orientações estabelecidas nos informes técnicos e resoluções da Secretaria de Saúde do Estado, conforme tem feito desde o início da campanha de vacinação contra a Covid-19.

De acordo com as regras vigentes, a segunda dose de reforço está disponível para pessoas com 40 anos ou mais, além daquelas de 18 a 39 anos com comorbidades.

O Município está à disposição para esclarecer dúvidas ou situações que causem desconforto através da Ouvidoria em Saúde (Rua Ernesto Alves nº 1017, Centro, telefone 51 37117927).

A Administração Municipal não tem poupado esforços para aprimorar sua comunicação com a população, assim como tem buscado cumprir com sua responsabilidade neste tema: promover o amplo acesso da comunidade à vacina.


Compartilhe: