RECICLAGEM

Tampinha Legal atinge marca histórica de 1 mil toneladas de tampas plásticas

No ano em que completou seis anos, o programa Tampinha Legal atingiu a marca histórica de 1.000 toneladas de tampas plásticas recolhidas.

Compartilhe:
Foto: Divulgação

No ano em que completou seis anos, o programa Tampinha Legal atingiu a marca histórica de 1.000 toneladas de tampas plásticas recolhidas, equivalente a 83 carretas de matéria prima.

Estes volumes transformaram-se em 2,3 milhões de reais destinados integralmente para as 309 entidades assistenciais participantes.

Este marco foi atingido na última semana, contabilizando uma arrecadação com mais de 555 milhões de unidades do material. Até o momento existem 3.100 pontos de coleta distribuídos pelos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais, São Paulo, Alagoas, Pernambuco, Goiás, Distrito Federal e Bahia.

Segundo Simara Souza, gerente do Instituto SustenPlást, o programa Tampinha Legal promove qualidade de vida a todas as comunidades participantes, pois por meio dos recursos obtidos é possível adquirir os mantimentos necessários, como medicamentos, alimentos, equipamentos e outros.

“Juntar tampas plásticas pode parecer uma ação simples, entretanto gera resultados de alto valor para a sociedade. 100% dos valores obtidos são destinados para as entidades assistenciais do terceiro setor, como hospitais, apaes, escolas, asilos, ongs de animais, etc. O Tampinha Legal oportuniza que a economia circular ocorra na prática. Sustentabilidade econômica, social e ambiental, isso é o Tampinha legal”, salientou.

A tampa plástica é um material 100% reciclável e, quando retorna para a indústria, transforma-se em potes, vassouras, pás, baldes, bacias e diversos outros artefatos.

Como neste processo economiza recursos como água e energia, diminui as pegadas de carbono e hídrica contribuindo diretamente para a sustentabilidade econômica, social e ambiental.

Confira aqui os pontos de coleta.


Compartilhe: