SOS ESTIAGEM

Segundo grupo de agricultores familiares do RS tem acesso ao SOS Estiagem a partir desta quarta (16)

Podem sacar o benefício de R$ 1 mil, em parcela única, 67.456 agricultores familiares, em qualquer agência do Banrisul

Compartilhe:

O governo do Estado começa a executar o programa SOS Estiagem para o segundo grupo de beneficiários a partir desta quarta-feira (16). Podem sacar o benefício de R$ 1 mil, em parcela única, 67.456 agricultores familiares, em qualquer agência do Banrisul.

Até 9 de novembro, 85% dos 12.978 beneficiários do primeiro grupo realizaram o resgate do valor. Entre eles estavam assentados da Reforma Agrária, quilombolas, indígenas e ribeirinhos residentes no meio rural.

Para resgatar o valor nesta nova etapa, o agricultor familiar terá que observar um escalonamento, por ordem alfabética, e com datas estabelecidas. O governo do Estado destaca que o beneficiário deverá comparecer nas agências da instituição bancária apenas a partir da data indicada, conforme a respectiva letra inicial do primeiro nome.

A Seapdr (Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural), que coordena essa política de crédito emergencial, ressalta que o repasse do apoio financeiro é destinado apenas àquelas famílias que tiverem DAP (Declaração de Aptidão ao Pronaf) ativa em 1º de fevereiro de 2022, renda bruta anual de até R$ 100 mil e que estejam residindo em município com decreto de situação de emergência ou de calamidade pública homologado pelo Estado, decorrente da estiagem, entre dezembro de 2021 e 31 de março de 2022.

Para saber se está apto a receber o auxílio, o público-alvo deverá fazer a consulta no site www.sosestiagem.rs.gov.br com o número de CPF.

Como sacar o valor

Para sacar o auxílio, o beneficiário deverá se dirigir até uma agência do Banrisul, conforme o cronograma indicado pela letra do nome. Na agência deverá apresentar documento de identificação com foto e o número do CPF. O saque não precisa ser realizado no município de origem.

Os beneficiários terão o prazo de até 80 dias para sacar o recurso. Transcorrido esse prazo sem a realização do saque, os valores remanescentes retornarão ao Estado.

O auxílio de R$ 1 mil será pago a apenas um indivíduo do mesmo núcleo familiar. O valor deverá destinar-se, preferencialmente, para a aquisição de alimentos e outros gêneros de primeira necessidade, para sementes e insumos agrícolas e para alimentação animal.

Calendário de pagamento conforme a letra inicial do primeiro nome

16 de novembro – Letras A e B
17 de novembro – Letras C e D
18 de novembro – Letras E, F e G
21 de novembro – Letras H, I e J
22 de novembro – Letras K, L e M
23 de novembro – Letras N, O, P e Q
24 de novembro – Letras R, S, T e U
25 de novembro – Letras V, W, X, Y e Z


Compartilhe: