PODCAST

Ouça no Meio-Dia: o fluxo de veículos para o litoral no feriado da República e mais notícias da manhã

Confira as notícias da manhã desta sexta-feira, 11 de novembro de 2022, no podcast Meio-Dia.

Compartilhe:

Ouça o podcast Meio-Dia também em outras plataformas:

O fluxo de veículos começa a se intensificar nesta sexta-feira com destino às praias gaúchas devido ao feriado da Proclamação da República. A CCR ViaSul, concessionária responsável pela manutenção e cobrança de pedágio na FreeWay, projeta que mais de 60 mil veículos por dia passem pela rodovia entre Porto Alegre e o Litoral entre esta sexta-feira e a terça-feira. O fluxo previsto para esta sexta-feira é de 70 mil veículos trafegando pela BR-290. Destes, 55 mil deverão seguir sentido litoral. Já no sábado, a projeção é de 58,5 mil veículos também sentido ao litoral, com fluxo mais intenso entre 9h e 12h e a partir das 14h. Para o retorno, o pico de tráfego na Autoestrada Porto Alegre-Osório deve acontecer na terça, quando quase 80 mil motoristas deverão utilizar a rodovia para voltar, com fluxo mais intenso a partir das 15h.

O Rio Grande do Sul entrou em estado de atenção contra a subvariante BQ.1 da ômicron, associada à alta recente de infecções de covid-19 no exterior. A decisão foi tomada em reunião no Gabinete de Crise nesta quinta-feira. Segundo o governo do Rio Grande do Sul, o Estado não vai emitir alertas e nem avisos. Porém, reforçará o acompanhamento do cenário e pede à população reforço nos cuidados individuais. A subvariante BQ.1 foi detectada como a causa da alta no número de casos em países como Alemanha e França, na Europa, além da China e Estados Unidos. Ela já foi identificada no Rio Grande do Sul pelo Centro Estadual de Vigilância em Saúde. Segundo o governo do Estado, até esta quinta-feira, 3 milhões de gaúchos estavam em atraso com a primeira dose de reforço contra a covid, equivalente à terceira dose, segundo o painel de Acompanhamento Vacinal da Secretaria da Saúde. Devido a esse quadro, a secretária da Saúde pede a quem ainda não se vacinou que procure se imunizar.

Termina nesta sexta-feira o prazo para que as famílias inscritas no Cadastro Único, o CadÚnico, atualizem seus dados. O prazo foi prorrogado devido às grandes filas que têm sido formadas nos Centros de Referência em Assistência Social, os CRAS. A revisão dos dados está sendo realizada apenas para as famílias com registro atualizado, pela última vez, em 2016 ou 2017 ou que foram convocadas para atualizar as informações junto aos municípios. O processo de revisão cadastral foi escalonado devido aos impactos causados pela pandemia de covid-19. Com isso, as famílias que atualizaram dados pela última vez em 2018 ou 2019 serão convocadas nos próximos anos. A atualização do cadastro é obrigatória para a continuidade do recebimento de benefícios pagos via programas sociais como o Auxílio Brasil, o Benefício de Prestação Continuada, a Tarifa Social de Energia Elétrica e a ID Jovem.

A PEC da Transição do novo governo Lula deve ser apresentada nesta sexta-feira. A informação foi confirmada pelo relator-geral do orçamento de 2023, o senador Marcelo Castro, do MDB-PI. O assunto foi tratado por Castro juntamente com o vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin, representantes da equipe de transição, além de lideranças partidárias. O governo eleito conta com a chamada PEC da Transição para custear programas sociais não previstos no atual orçamento. Uma vez aprovada, a PEC permitiria que esses investimentos públicos não fossem contabilizados no teto de gastos. Assim, não haveria desrespeito às regras constitucionais. A estimativa é que o valor que ficaria de fora do teto de gastos seria de R$ 105 bilhões.

O tempo volta a ficar instável no Rio Grande do Sul nesta sexta-feira. Existe o risco de chuva forte e de temporal em pontos isolados no Rio Grande do Sul, principalmente na Região Noroeste e nas Missões. Também pode chover em forma de pancadas de chuva isoladas na Fronteira Oeste, Região Central, Região Noroeste e no Norte do Estado. Quanto às temperaturas, a sexta-feira começou com a temperatura amena no Estado, mas aos poucos o calor ganha bastante força em diversos pontos do território gaúcho. O sol aparece entre nuvens, mas a nebulosidade vai predominar no Estado. Em Porto Alegre e Alvorada, a nebulosidade predomina ao longo desta sexta, com máxima de 27°C. No sábado, o calor e a umidade predominam sobre o Estado e favorecem as pancadas rápidas de chuva durante a tarde em boa parte do Rio Grande do Sul. A exceção é apenas na faixa leste. Entre a tarde e noite do Sábado, novas instabilidades avançam entre a Campanha, Centro e Noroeste. Existe o risco de chuva forte e temporais isolados, especialmente na Campanha. A tendência é que as instabilidades ganhem força e se espalhem para todas as regiões no domingo.


Compartilhe: