Seis presos

Idoso do RS cai em dois tipos de golpes e perde mais de R$ 350 mil

Quatro homens e duas mulheres foram presos na ação, que cumpriu mandados em São Paulo.

Compartilhe:

A Polícia Civil deflagrou, nesta quarta-feira (23), a operação Hemera, para desarticular esquemas de golpes contra um idoso, de 78 anos. A vítima perdeu mais de R$ 350 mil reais, em duas modalidades de crime cibernético.

Seis pessoas foram presas nas cidades de São Paulo e Itaquaquecetuba (SP). São quatro homens, com idades entre 21 e 24 anos e duas mulheres, de 34 e 41 anos, uma de nacionalidade da África do Sul e outra da Namíbia.

Foram cumpridos 7 mandados de prisão preventiva e 19 mandados de busca e apreensão, solicitados à Justiça pela DPICOI (Delegacia de Polícia de Proteção ao Idoso e Combate à Intolerância). Durantes as buscas, foram apreendidos telefones celulares, notebooks, cartões bancários, anotações, máquina de cartão e até carimbo com inscrições que imitam a de um diplomata.

Como eram os golpes

O primeiro golpe financeiro aplicado contra a vítima é o da “soldado americana“. Criminosos criaram perfis em redes sociais, onde se passavam por uma militar dos Estados Unidos, que estaria na guerra da Síria. A “mulher” convenceu o idoso da história e afirmou “pretendia investir em imóveis no Brasil”.

O perfil falso da mulher afirmava que ela enviaria caixas com dólares para o Brasil. Para que essas supostas caixas de dinheiro chegassem, seria necessário efetuar pagamentos para os impostos em uma alfândega.

A vítima, então, realizou transferências de valores ao longo do primeiro semestre de 2022 para as contas dos golpistas. Quando começou a desconfiar que tudo era falso, já tinha perdido o valor de R$ 265 mil.

No entanto, a mesma vítima foi alvo de outro golpe, o do falso leilão de veículos. O idoso recebeu, através do WhatsApp, uma mensagem de uma suposta empresa de leilões. Ele começou a realizar a negociação de um suposto veículo, que sequer existia.

O homem efetuou depósitos de diversos valores em uma conta de um dos golpistas para suposto pagamento de taxas do veículo. Ao perceber que se tratava de um golpe, ele procurou a Polícia Civil, porém, já havia perdido R$ 74.850.


Compartilhe: