BRASILEIRÃO

Crônica Inter 3 x 0 Palmeiras: para todo mal, a cura

O Inter termina o Campeonato Brasileiro em segundo lugar, com 73 pontos.

Compartilhe:
Foto: Divulgação/Internacional

Termina enfim o 2022 do Inter. Após atravessar o pálido crepúsculo de eliminações traumáticas ao longo do ano, o Colorado encerra a temporada com uma vitória sobre o Palmeiras, por 3 a 0, no Beira-Rio, neste domingo (13).

Com o resultado, o Inter garantiu o vice-campeonato do Campeonato Brasileiro. Para chegar a essa marca, que, pelo contexto, pode ser chamada de conquista, foi preciso acariciar todos os monstros incrustados como mofo pelos lados da Padre Cacique.

O Inter soube ver as cicatrizes deixadas pela derrota para o Globo e para o Melgar, além é claro da derrota para o Grêmio no Gauchão. Chegou Mano Menezes e hoje o Inter olha para tudo isso como quem aprendeu e superou.

Esse trabalho é essencial para quem quer escalar grandes alturas. Isso porque todas as montanhas têm seus pés no mar turvo e profundo. Na água revolta.

Assim, é necessário mergulhar sem tremer, para então dar a ver um pensamento abissal, que eleve ao cume mais alto, próximo do céu profundo, puro abismo de luz e repleto de divinos desejos.

Elevar-se, como fez o Inter durante este ano, é indispensável para poder olhar para as próprias estrelas solitárias de cima para baixo. Com coragem, essa assassina de medos e dores.

O desafio do Inter em 2023 é se manter no alto e, ao invés de confirmar a máxima de que toda pedra atirada para cima tem de cair, precisa voar ainda mais. Para então olhar para baixo e sorrir.

O jogo

O primeiro tempo foi todo do Inter. O Palmeiras tinha desfalques e parecia menos focado que o Inter. O que não tira os méritos colorados.

O Inter chegou ao primeiro gol logo aos 9 minutos. Maurício recebeu de Alemão dentro da área e mandou um chutaço para o gol do Verdão.

O Palmeiras tinha esboços de contra-ataque e não aproveitava os poucos espaços que o Inter dava. Quem chegava era o Inter.

Aos 17, Wanderson chutou na trave. A atitude do Inter era destaque a essa altura.

Até que veio o segundo gol. Aos 38, após boa troca de passes, foi a vez de Maurício cruzar da direita e encontrar Alemão, que atacou a lacuna deixada pela zaga palmeirense e ampliar para o Inter.

Segundo tempo

O Palmeiras voltou para a etapa final disposto a empatar. Primeiro teve uma meia-bicicleta de Rony no travessão. Depois, Endrick parou em Keiller na cara do gol.

A partir dos 20 minutos, o Inter começou a se soltar mais. Aos 25, Mano fez trocas.

Mas quem voltou a pressionar foi o Palmeiras. Aos 35, Keiller fez defesaça em cabeçada de Navarro.

Porém, o Inter pôs fim ao confronto. Estevão, a promessa, achou Wanderson em uma enfiada e este só escorou para Romero tornar o resultado goleada.

Situação

O Inter termina o Campeonato Brasileiro em segundo lugar, com 73 pontos. A colocação dá ao Inter a vaga direta na fase de grupos da Libertadores da América de 2023.

Escalação

Internacional: Keiller; Bustos (Igor Gomes, 44’/2ºT), Vitão, Mercado e Renê; Matheus Dias (Estêvão, 32’/2ºT) e De Pena; Wanderson, Mauricio (Lucas Ramos, 23’/2ºT), Taison (Pedro Henrique, 23’/2ºT)); Alemão (Romero, 32’/2ºT). Técnico: Mano Menezes

Palmeiras: Vinicius Silvestre; Mayke, Luan, Murilo e Vanderlan; Danilo; Dudu (Giovani, 28’/2ºT), Gustavo Scarpa (Bruno Tabata, INT), Atuesta (Gabriel Menino, INT), Rony (Rafael Navarro, 15’/2ºT); Endrick (Flaco López, 15’/2ºT). Técnico: Abel Ferreira


Compartilhe: