Terrorismo doméstico

Atirador invade escolas, mata três e fere 11 no Espírito Santo

Compartilhe:
Atirador é procurado pela Polícia do ES. Foto: reprodução / câmera de videomonitoramento

Um atirador invadiu duas escolas de Aracruz, no Espírito Santo, e matou três pessoas nesta sexta-feira (25). Onze ficaram feridas nos atentados sequenciais.

O ataque teria começado na Escola Estadual Primo Bitti, por volta de 9h30 da manhã. O bandido arrombou um cadeado e invadiu a escola e foi direto à sala dos professores, onde abriu fogo. Ao menos nove docentes foram baleados, sendo que dois não resistiram aos ferimentos e morreram.

Em seguida, o atirador teria ido de carro, um Renault Duster, para o colégio particular Centro Educacional Praia de Coqueiral. Cinco pessoas teriam sido atingidas e um dos feridos, um aluno, morreu.

A identidade e idade não foram divulgadas. Entre os feridos, um deles teve de ser resgatado e levado pelo helicóptero ao hospital.

As informações preliminares dão conta de que um único indivíduo estaria por trás dos tiroteios, mas ainda não há informações oficiais sobre sua identidade. A Polícia Militar do Espírito Santo e a Polícia Civil fazem buscas ao atirador.

Em seu perfil no Twitter, o governador capixaba, Renato Casagrande, relatou “pesar e muita tristeza” e disse que está “acompanhando de perto” a investigação sobre os tiroteios.

“Todas as nossas forças de segurança estão empenhadas. Determinei o deslocamento dos secretários de Segurança e Educação para acompanhar os trabalhos”, acrescentou.


Compartilhe: