Santa Maria registra quatro execuções em 36 horas

A principal suspeita da polícia é que os crimes tenham relação com o tráfico de drogas

Compartilhe:

Quatro pessoas foram executadas a tiros em Santa Maria, na Região Central do Estado, entre às 11h30 da terça-feira (11) e às 23h30min da quarta-feira (12) . A principal suspeita da polícia é que os crimes tenham relação com o tráfico de drogas. Porém, por ora, não há evidências de correlação entre os casos.

O primeiro caso foi registrado no final da manhã de terça-feira, na Rua Erotildes Costa, bairro Juscelino Kubitschek, região oeste do município. Um jovem foi executado com ao menos 26 tiros por pelo menos dois suspeitos que estariam em um carro.

A vítima, identificada como Aniba Souza da Silva, de 20 anos, desce do carro e chega a tentar fugir. Porém, ela cai no meio da rua e vem a óbito em função dos ferimentos. Silva estava com a companheira no momento do ataque a tiros, mas ela não se feriu.

Silva possuía antecedentes por roubo e homicídio. Além disso, ele havia deixado o sistema carcerário há pouco tempo.

Já no final da quarta-feira (12), por volta das 22h45, um homem de 41 anos foi morto a tiros. Ele foi identificado como Daniel Rosa da Silva. O fato ocorreu no residencial Dom Ivo Lorscheiter, próximo a uma residência abandonada que seria usada para o tráfico e por usuários de drogas.

Neste caso, a Polícia ainda não sabe a motivação, assim como a autoria do crime. Porém, a principal linha de investigação aponta para o tráfico de drogas.

Menos de uma hora depois, no Beco da Babilônia, um homem e uma mulher foram baleados. Eles chegaram a ser socorridos e levados para atendimento médico, mas não resistiram e vieram a óbito. As vítimas foram identificadas como Tassiane Ferreira do Nascimento e Everton Fernando Pinto de Matos

A Brigada Militar apreendeu um adolescente de 17 anos momentos depois dos assassinatos. Ele é suspeito da autoria dos disparos.


Compartilhe: