Ouça no Meio-Dia: o caminhoneiro embriagado em Pantano Grande e mais notícias da manhã

Confira as principais notícias da manhã desta terça-feira, 11 de outubro de 2022, no podcast Meio-Dia.

Compartilhe:

Ouça o podcast Meio-Dia também em outras plataformas:

A Polícia Civil deflagrou uma operação nesta terça-feira contra um grupo criminoso que atua na zona leste de Porto Alegre. A ação apura crime de lavagem de dinheiro. Ao todo, 477 agentes foram mobilizados, em 13 municípios gaúchos, para cumprir 86 mandados de busca e 9 de prisão temporária. Até o fechamento desta edição do Meio-Dia, 10 pessoas haviam sido presas. Os nomes dos investigados não foram divulgados. Segundo a investigação, o grupo movimentou, somente em 24 meses, pelo menos R$ 18 milhões. Os valores são oriundos de roubos, extorsões, receptação e tráfico de drogas e armas. O dinheiro foi utilizado na aquisição de diversos bens, além do investimento em empresas. Ainda segundo a investigação, a organização criminosa teria comprado pelo menos oito postos de combustíveis em sete cidades gaúchas. Devido a este componente do caso, a operação foi chamada de “Benzina”, que significa gasolina em italiano.

Um caminhoneiro de 47 anos foi preso, na noite desta segunda-feira pela Polícia Rodoviária Federal, na BR-471, em Pantano Grande. Segundo a PRF, ele dirigia embriagado. O detido fez o teste do bafômetro, que acusou uma quantidade de álcool mais de 20 vezes maior do que o suficiente para ser considerado infração de trânsito e quase o triplo do necessário para configurar crime. A carreta, emplacada em Candelária, estava carregada com 36 toneladas de soja. Os agentes da PRF deram ordem de parada ao motorista após perceberem que ele dirigia de forma anormal, com velocidade muito reduzida e com dificuldade de manter o veículo transitando em linha reta. Em um primeiro momento, ele não obedeceu e veio a parar somente alguns quilômetros depois. Quando o motorista desceu do caminhão, os policiais já perceberam visíveis sinais de embriaguez, que foi confirmada pelo teste do bafômetro. Dentro da cabine, os policiais encontraram uma lata de cerveja aberta, que o condutor consumia enquanto dirigia. O homem admitiu que havia bebido algumas cervejas. Ele estava indo para Rio Grande e disse que pararia pra dormir em Rio Pardo, mas já havia passado mais de 20 quilômetros do acesso à cidade. Além da detenção, o homem sofrerá um processo para suspensão da carteira de habilitação. A carreta foi multada e recolhida para o depósito.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, o IPCA, de setembro, apresentou recuo de 0,29%. O índice mede a inflação oficial do país e foi divulgado pelo IBGE nesta terça–feira. Com o resultado, este é o terceiro mês seguido de deflação. Além disso, esta foi a menor variação para um mês de setembro desde o início da série histórica. Com recuo de 1,98%, o grupo Transportes contribuiu com o impacto negativo mais intenso sobre o IPCA do mês. Este é o terceiro mês consecutivo em que os transportes registraram queda. Assim como nos meses anteriores, o resultado é consequência da redução no preço dos combustíveis, que teve queda de 8,50%. A gasolina contribuiu com o impacto negativo mais intenso neste índice, com redução de 8,33%. O etanol também teve diminuição expressiva, de 12,43%. No ano, o IPCA acumula alta de 4,09% e, nos últimos 12 meses, de 7,17%, abaixo dos 8,73% observados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em setembro de 2021, a variação havia sido positiva de 1,16%.

A previsão do tempo aponta a presença de uma área de instabilidade em grande parte do Rio Grande do Sul nesta terça-feira. Além do tempo úmido em vários pontos do Estado, existe a previsão de chuva e garoa na Região Sul, Região Central, Região Metropolitana, Serra, Região Noroeste e Região Norte. Na Serra e na Região Norte existe também o risco de temporal. Quanto às temperaturas, a terça-feira começou fria no Estado. E esse quadro segue durante o dia. Em Porto Alegre, o tempo fica bastante úmido e nublado, com previsão de pancadas de chuva, e máxima de 22°C. Na quarta-feira, um sistema de baixa pressão que atua sobre o oceano, próximo à costa gaúcha, favorece o tempo instável na faixa Norte e no litoral do Estado. A tendência é que o tempo continue instável entre o Noroeste e o Nordeste gaúcho na quinta-feira.


Compartilhe: