Motoboys fazem protesto e EPTC recebe grupo para diálogo em Porto Alegre

A manifestação dos motoboys, em Porto Alegre, contou ainda com representantes de entidades.

Compartilhe:
Imagem do protesto disponibilizada por Anderson Pereira

 

Um grupo de motoboys protestou, nesta segunda-feira (17), em frente à sede da EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação), na avenida Ipiranga, em Porto Alegre.

A mobilização da categoria ocorreu após um entregador, que utilizava uma ciclomotor, afirmar que foi agredido por um agente da EPTC. Ele disse que o fato aconteceu na tarde da última quinta-feira (13), quando foi abordado na Rua Vicente da Fontoura, próximo da Avenida Protásio Alves, durante uma ação de fiscalização da EPTC.

Nesta segunda, o grupo de motoboys buscou um diálogo junto com a administração da EPTC para apresentar uma série de reivindicações, incluindo mais respeito em ações de fiscalização. A manifestação dos motoboys contou ainda com representantes de entidades, como o Sindimoto.

Paulo Ramires, e o diretor de Operações, Cirilo Fae, receberam representantes da categoria de motofretistas para ampliar o diálogo e escutar as demandas da categoria.

A EPTC ressaltou que não concorda com nenhuma atitude violenta, que a denúncia está em análise na empresa e também existe uma investigação conduzida pela Polícia Civil.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, serão colhidas imagens de câmeras de segurança para entender o que, de fato, houve na abordagem, e testemunhas e envolvidos serão ouvidos nos próximos dias.

Acordo

Conforme a EPTC, também ficou acordado que serão ampliadas ainda mais as ações de educação para o trânsito.

Em contrapartida, a categoria se comprometeu a organizar formalmente a demanda e trabalhar em conjunto com a EPTC em campanhas para reduzir o número de acidentes com motos.

Imagem da reunião. Foto: Divulgação/EPTC

Compartilhe: