Explosões em ponte que liga Crimeia a Rússia deixam ao menos três mortos

Segundo o Kremlin, o ataque foi causado por um caminhão-bomba. Ucranianos dizem que explosão pode ter sido fruto de uma ação dos próprios russos.

Compartilhe:
Crédito: Security Service of Ukraine / Divulgação

Uma série de explosões na ponte Kerch, única a ligar a península da Crimeia a Rússia por carro e por trem, destruiu parte da estrutura e matou ao menos três pessoas neste sábado (8), informam autoridades russas. Segundo o Kremlin, o ataque foi causado por um caminhão-bomba que, ao explodir, atingiu sete tanques de um trem de carga que transportava combustíveis. Já Mykhailo Podolyak, principal conselheiro do presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, afirmou que as explosões na ponte pode ter sido fruto de uma ação dos próprios russos.

O presidente russo, Vladimir Putin, ordenou uma investigação criminal imediata sobre a ação e a criação de uma comissão para apurar o ataque. O grupo será liderado pelo general Serghei Surovikin. “Um caminhão proveniente da península de Taman explodiu na parte da estrada da ponte da Crimeia às 6:07 de hoje, causando incêndios em sete tanques de combustível em um trem indo para a Crimeia. Dois vãos da ponte da estrada caíram parcialmente”, disse em nota o Comitê Internacional Antiterrorismo da Rússia e repercutida pela agência Tass.

O governo de Moscou ainda anunciou que neste sábado serão iniciadas as obras de reparação da estrutura, que foi construída em 2018 e é usada principalmente para o transporte de equipamentos militares para a atual fase da guerra iniciada pelo Kremlin.

Por sua vez, o portal ucraniano Unian afirmou que a explosão foi uma “operação especial” dos serviços secretos do país, o SBU. Kiev não reivindicou oficialmente a ação, mas diversos conselheiros se manifestaram nas redes sociais dando a entender que foram os responsáveis pela ação. “A explosão é uma manifestação do conflito entre a FSB [serviço federal de segurança] e o Ministério da Defesa/Estado-Maior da Federação Russa”, disse Podolyak ao portal “Ukrainska Pravda”. Ainda conforme o conselheiro, estaria havendo combates entre as próprias forças militares russas.

Outro conselheiro do Gabinete, Olekdiy Danilov, postou um vídeo do incêndio na ponte com um paralelo com imagens de Marilyn Monroe cantando “Parabéns a você” para o então presidente dos Estados Unidos, John F. Kennedy. A referência é porque Putin completou 70 anos nesta sexta-feira (7).

A Crimeia foi anexada de maneira unilateral pela Rússia em 2014, em ação considerada ilegal pela comunidade internacional. A mesma forma de anexação de território foi feita por Moscou recentemente em Donetsk, Lugansk, Zaporizhzhia e Kherson, criando uma espécie de corredor russo na área sudeste da Ucrânia.


Compartilhe: