DE VOLTA AO PIRATINI

Eduardo Leite é reeleito Governador do RS

A definição do pleito ocorreu as 18h59, quando as urnas chegaram ao patamar de 89,68%.

Compartilhe:
Crédito: Mauricio Tonetto / Campanha Eduardo Leite

Em um movimento inédito, o candidato Eduardo Leite (PSDB) foi reconduzido ao cargo de Governador do Rio Grande do Sul. Ele derrotou o candidato bolsonarista Onyx Lorenzoni (PL), que apostou em uma retórica antivacina, de duras críticas ao seu adversário e silêncio sobre propostas.

A definição do pleito ocorreu as 18h59, quando as urnas chegaram ao patamar de 89,68%. É o primeiro candidato a reeleição a conseguir um segundo mandato desde o processo de redemocratização brasileiro.

Eduardo Leite obteve 3.687.126 votos, ou 57,12% dos votos válidos. Onyx Lorenzoni teve a seu favor 2.767.786 votos, o que representa 42,88% do total. Votos brancos foram 202.415 (2,92%). Nulos 267,276 (3,86%). Nenhum voto foi anulado pela Justiça Eleitoral.

Natural de Pelotas, Eduardo Leite nasceu em 10 de março de 1985. Foi vereador da cidade por duas vezes. Elegeu-se o prefeito mais jovem da história do município do Sul do Estado, com 27 anos, em 2012. Foi eleito o mais jovem governador do Rio Grande do Sul nas Eleições de 2018. Em março de 2022, renunciou ao cargo e foi sondado a ser candidato a presidente do Brasil.

No primeiro turno, Leite teve uma disputa acirrada com o candidato Edegar Pretto (PT). No fim da apuração, quando mais de 90% das urnas estavam apuradas o candidato do partido de Lula chegou a ficar a apenas 2.248 votos do ex-governador. Essa mínima, de 0,04% foi registrada as 22h05 da noite de 2 de outubro, conforme dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

O vice de Eduardo Leite é o deputado estadual Gabriel Souza (MDB).


Compartilhe: