Apenadas se formam em curso profissionalizante de eletricista no Presídio Feminino de Rio Pardo

Segundo o governo do Estado, o objetivo é oportunizar às apenadas do Presídio Feminino de Rio Pardo a valorização e o desenvolvimento da sua mão de obra.

Compartilhe:

A Susepe (Superintendência dos Serviços Penitenciários) realizou a formatura de sete apenadas que concluíram o curso profissionalizante de eletricista predial e residencial no Presídio Estadual Feminino de Rio Pardo.

Essa foi a primeira turma feminina a participar dessa capacitação. Durante a cerimônia, as formandas puderam demonstrar algumas das técnicas e habilidades desenvolvidas durante o curso, que abrangem a instalação e manutenção de redes elétricas, através de um protótipo produzido por elas.

Segundo o governo do Rio Grande do Sul, a habilitação teve um total de 40 horas de duração, com aulas entre os meses de julho e setembro, e foi ministrada por sete voluntários da Universal nos Presídios (UNP).

“O objetivo era oportunizar às apenadas a valorização e o desenvolvimento da sua mão de obra, garantindo melhores condições para a busca de emprego e renda após o cumprimento da pena”, disse o governo do Estado.

Foto: Divulgação

Compartilhe: