Crônica Londrina 1 x 1 Grêmio: a angústia

O Tricolor gaúcho saiu na frente no primeiro tempo, mas os donos da casa empataram de pênalti já na parte final do jogo

Compartilhe:
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

A angústia é um radar para o mundo. E ela mora no interior de cada um. Volta e meia o tempo traz de volta o medo e a incerteza. Ambos vêm em nuvens carregadas, trazendo presságios de turbidez.

Desde o ano passado, o peito tricolor está sufocado devido às más previsões para o futuro do Grêmio. Foi muito difícil para os gremistas ver um clube sair da apoteose da conquista da Libertadores de 2017, para uma queda quase inexplicável para a série B em 2021.

Cada fracasso até o descenso, cada má partida na divisão de acesso à primeira divisão, era uma sensação de esperança ceifada. O gremista chegou a temer a permanência na Série B. Agora, aos poucos, o pesadelo está próximo do fim.

Porém, o jogo deste sábado (8), contra o Londrina, no Paraná, serviu para manter um certo ar de suplício para os tricolores. Tanto pelo resultado, um empate em 1 a 1, quanto pela atuação irregular do Grêmio.

O Tricolor gaúcho saiu na frente no primeiro tempo, com Diego Souza, quando o Grêmio já não tinha protagonismo no jogo. Na etapa final, a atuação gremista decaiu e, como castigo, os donos da casa empataram de pênalti já na parte final do jogo.

Mesmo com o empate, o Grêmio está próximo do acesso. Mas essa conquista não virá sem exigir demais da alma tricolor.

O jogo

Os primeiros minutos foram do Grêmio. O Tricolor gaúcho vencia as disputas e chegava no ataque. Logo aos 2 minutos, Lucas Leiva recebeu na frente, driblou o zagueiro e chutou. Matheus Albino defendeu.

Depois, aos 16, Diego Souza cobrou uma falta de média distância. Mas novamente o goleiro do Londrina fez a defesa.

Passada a primeira metade da etapa inicial, o ritmo do Grêmio diminuiu. O Londrina passou a respirar mais na partida e se arriscar no ataque.

Porém, em um momento em que não apontava para acontecer, saiu o gol do Grêmio. Aos 42, Thaciano recebeu a bola e foi à linha de fundo. em seguida, ele cruzou para Diego Souza, que cabeceou para o fundo das redes.

Segundo tempo

O Grêmio entrou no segundo tempo mais devagar, administrando o resultado. A qualidade do jogo foi muito abaixo. O jogo teve muitos erros de passe de ambas as partes, e poucas chances de gol.

Aos 40, o árbitro, após ir ao VAR, viu toque no braço de Villasanti dentro da área. Pênalti para o Londrina. João Paulo bateu e fez.

Os minutos finais foram de pressão do Londrina e de um Grêmio recuado na defesa, esperando o jogo acabar. A partida acabou e o fim da angústia gremista teve prazo prorrogado.

Situação e próximo jogo

O Grêmio ainda é vice-líder da Série B, agora com 57 pontos. O próximo jogo do Tricolor é contra o Bahia, na Arena. O jogo é no próximo domingo (16), às 16h.

Escalações

Londrina

Matheus Albino; Jeferson (Samuel Santos), Saimon, Vilar e Alan Ruschel (Felipe Vieira); João Paulo e Mandaca; Peu (Mossoró) e Gegê (Nadson); Gabriel Santos (Mirandinha) e Douglas Coutinho –4-3-3Técnico: Adilson Batista.

Grêmio

Brenno; Edilson (Leonardo Gomes), Geromel, Kannemann e Diogo Barbosa; Villasanti, Bitello (Lucas Silva) e Lucas Leiva (Thiago Santos); Thaciano (Nicolas), Diego Souza e Biel (Guilherme) –4-3-3Técnico: Renato Portaluppi

Arbitragem

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (FIFA-GO)
Auxiliar: Bruno Raphael Pires (FIFA-GO)
Auxiliar: Leone Carvalho Rocha (GO)
VAR: Wagner Reway (PB)


Compartilhe: