Vestibular: como organizar os estudos no último trimestre do ano

Na rotina de estudos, é indicado inserir a resolução de provas de verdade no planejamento.

Compartilhe:
Crédito: Pexels

 

O último trimestre do ano é um momento decisivo para muitos estudantes do Ensino Médio. É chegada a hora de encarar mais de perto o caminho para construir uma carreira, já que o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e a maioria dos vestibulares ocorrem no mês de novembro.

A preparação envolve muito estudo, esforço, foco e disciplina e muitas vezes deixa os alunos nervosos. Segundo  a educadora Andreia Aparecida de Castro, investir em organização pode ajudar a tirar um pouco a carga psicológica do período final do ano e a conseguir a aprovação nos processos seletivos de ingresso ao ensino superior.

“Esses últimos meses antes das provas requerem um pouco mais de foco, mas, sabendo distribuir as atividades, fica mais fácil poder em breve comemorar a aprovação junto da família e dos amigos”, pontua.

Em primeiro lugar, é preciso não desanimar. “Nenhum esforço é em vão e quando há esforço, há a recompensa”, ressalta Andreia.

Manter a calma também é essencial, já que o estresse tende a dificultar até as coisas mais simples. “É importante se acalmar pensando que se não for dessa vez, pode ser em uma próxima. Às vezes, não dá para terminar de estudar tudo, mas não dá para deixar esse pensamento tomar conta”, aconselha.

Rotina

Na rotina de estudos, é indicado inserir a resolução de provas de verdade no planejamento. Para isso, basta separar edições anteriores do Enem e dos vestibulares que o estudante pretende fazer e tentar resolver as questões.

Aí, é bom anotar quais foram os pontos de dificuldade para estudar mais sobre eles, o que é uma ótima preparação para quando for a vez de fazer a prova para valer.

É crucial manter em mente que, apesar da correria do pré-vestibular, não adianta misturar tarefas e tentar fazer várias coisas ao mesmo tempo. Afinal, estudos indicam que apenas 2% da população mundial é realmente capaz de realizar mais de uma tarefa ao mesmo tempo com qualidade.

Por isso, o foco único pode se mostrar mais produtivo do que a multitarefa, ao contrário do que se costuma pensar. Se não é possível dar conta de tudo ao mesmo tempo, adotar alguns hábitos para aumentar a capacidade de foco e a produtividade ajuda a conciliar as tarefas das diferentes áreas da vida neste momento de apreensão.

Conseguir eliminar as distrações é uma das principais medidas para atingir esse objetivo. É possível, por exemplo, deixar o celular em modo avião, checar mensagens apenas em determinados horários e avisar as pessoas ao seu redor que você precisa focar em uma atividade por determinado período.

Outras dicas são incluir pequenas pausas para exercícios no dia, de cerca de 20 minutos, para ajudar o cérebro a se concentrar; planejar as diferentes tarefas que serão realizadas com antecedência e treinar para conseguir manter o foco em algo por mais tempo, separando momentos para leitura, por exemplo.


Compartilhe: