Série B: Grêmio sofre, mas vence o Vila Nova na Arena

O Grêmio voltou a fazer o dever de casa na Série B do Campeonato Brasileiro. Na noite desta sexta-feira (2), o time gremista venceu por 2 a 1 o Vila Nova.

Compartilhe:
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

 

O Grêmio voltou a fazer o dever de casa na Série B do Campeonato Brasileiro. Na noite desta sexta-feira (2), o time gremista venceu por 2 a 1 o Vila Nova em um jogo sofrido.

Com o resultado, o Grêmio volta para o terceiro lugar, com 47 pontos, seis pontos à frente do Londrina, quinto colocado. Os resultados deste sábado, no entanto, podem alterar a posição da equipe gremista.

O Vila Nova vendeu caro a derrota, a etapa final foi de sofrimento para a torcida do Grêmio. O jogo começou favorável para os gremistas, que logo aos 2 minutos do primeiro tempo conseguiram abrir o placar, após erro da defesa adversária.

Diogo Barbosa levou vantagem e cruzou na área, a zaga do Vila Nova não conseguiu cortar e a bola caiu para Biel, que em condições, deslocou a marcação e chutou cruzado, mandando para o fundo das redes, 1 a 0.

Mas o time do Vila Nova não ficou na defensiva e também buscou o campo de ataque. A primeira chance clara surgiu aos 8 minutos de jogo, quando Jean, da meia direita recebeu e finalizou, mandando por sobre o gol.

A partir da metade do primeiro tempo, o jogo passou a ficar mais equilibrado, com lances no ataque de ambos os lados. Aos 29 minutos da primeira etapa, Diogo Barbosa desceu pela esquerda e cruzou na área para Biel, que mandou de cabeça em cima do zagueiro. Em seguida, depois de desarme no meio-campo, Campaz optou por arriscar de longe, mandando muito alto.

Aos 37 minutos, o Vila Nova teve uma chance em bola parada. Após cobrança de falta, o goleiro Brenno saiu do gol e afastou de soco o cruzamento na boca do gol. Na reta final, os goianos ainda tiveram mais uma falta a seu favor. Arthur cobrou fechado e Daniel Amorim desviou, mandando à direita do gol.

Segundo tempo

Os minutos iniciais foram movimentados e a primeira chance foi do Grêmio. Aos 3 minutos, Campaz levantou na área para Guilherme, mas o goleiro Tony se antecipou, saiu do gol e fez a defesa.

Logo na sequência, o colombiano cruzou novamente, desta vez para Diego Souza, mas a bola saiu. Já os adversários tentaram com um passe para Daniel Amorim, mas Brenno afastou o perigo.

Aos 18 minutos do segundo tempo, o Grêmio chegou ao segundo gol com Thaciano, em uma de suas primeiras participações no jogo. O cruzamento saiu dos pés de Diogo Barbosa, que ergueu na área para o meia desviar de cabeça, no canto esquerdo da meta, estufando as redes adversárias, 2 a 0.

Aos 32 minutos, após ameaçar por boa parte da partida, o Vila Nova  conseguiu descontar. Depois de Brenno fazer grande defesa, a bola chegou a Matheusinho que chutou forte, mandou na trave e para o fundo do gol, 2 a 1.

A reta final do jogo seguiu movimentada, com grandes chances do Vila Nova, que por detalhe não se transformaram em gols, mas o placar não mudou. Grêmio 2 a 1 sobre o Vila Nova.

Coletiva

Após o jogo, na zona mista, o atacante Diego Souza comentou sobre o jogo e o resultado diante do Vila Nova. “O jogo é muito difícil, sabíamos disso. Não tem facilidade, era um jogo muito apreensivo e conseguimos a vitória, que é o mais importante”, ressaltou.

“A gente manteve o mesmo time que treinamos ontem com o Roger. Fomos felizes saindo com a vitória”, disse o zagueiro Geromel.

Geromel também comentou sobre a saída do técnico Roger Machado. “A gente não esperava, mas futebol é assim. Sabemos que as mudanças acontecem sempre, é trabalhar, ter humildade, e seguir trabalhando para conseguir o objetivo de subir de divisão”, salientou o zagueiro.

O lateral Rodrigo Ferreira também conversou com os jornalistas sobre a mudança de treinador. “Ficamos sabendo na concentração, pelos nossos diretores. Também pegou a gente de surpresa, mas temos que deixar para a direção. Se foi uma decisão tomada por eles, foi pelo bem maior do Grêmio”, afirmou.

“Infelizmente, a gente teve essa troca em cima da hora. Essas decisões a diretoria que toma, a gente só tem que trabalhar e foi o que fizemos. Lutamos, competimos e conseguimos a vitória, que era o que estava nos incomodando”, completou.

O meia Thaciano também respondeu sobre a troca de treinadores no Grêmio. “O ambiente sempre esteve bom. São decisões da direção, lá de cima. O Roger sempre deixou o ambiente muito tranquilo. Um cara super honesto, trabalhador, que sempre passou as coisas claras pra gente, mas faz parte do futebol”, disse.

Na zona mista, Thaciano comemorou bastante sua atuação contra o Vila Nova. “Luto muito no dia a dia. Faço meu trabalho calado. Sei do meu potencial, do que posso contribuir com o Grêmio. Muito feliz que a direção me chamou pra que eu pudesse estar aqui e ajudar. Tô aqui pra ajudar pra colocar o Grêmio no lugar que merece”, comentou o jogador.


Compartilhe: