Ponte que liga Brasil à Argentina, em Uruguaiana, está em situação de emergência

Até que a estrutura seja completamente recuperada, o DNIT alerta que o fluxo de veículos continuará sendo controlado sobre a ponte

Compartilhe:

O DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) decretou situação de emergência da ponte Internacional que liga o Brasil à Argentina, localizada na BR-290, em Uruguaiana, na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul. A informação foi publicada no DOU (Diário Oficial da União) desta sexta-feira (23).

A medida tem prazo de seis meses. A partir dela, o DNIT tem autorização para realizar a contratação dos serviços. Na última sexta-feira (16), a partir da constatação de “danos estruturais” na ponte, o governo argentino publicou um edital para realização de obras. O prazo para execução é de 90 dias a contar do momento em que a empresa que realizará os trabalhos for definida.

Enquanto isso, até que a estrutura seja completamente recuperada, o DNIT alerta que o fluxo de veículos continuará sendo controlado. Veículos leves e pesados devem trafegar a 20 km/h, com espaçamento de 100 metros entre eles. Ademais, como a travessia está operando em meia pista, no sistema de “pare e siga”, o tráfego segue liberado a cada 30 minutos por sentido.

O tráfego de veículos pesados sobre a ponte internacional que liga o Uruguaiana, no Brasil, a Paso de Los Libres, na Argentina, havia sido liberado pelo DNIT na manhã da última segunda-feira (19), e, depois, na terça-feira (20), pelas autoridades argentinas. Até então, a travessia estava em meia pista no sistema de “pare e siga” somente para veículos leves desde a noite de sexta-feira (16).

Segundo o Dnit, foi identificado um rompimento da viga transversina no balanço da ponte, o que resultou também no colapso da laje, por conta do deslocamento do esforço da estrutura. Para poder liberar a ponte para a passagem de veículos pesados, o Dnit realizou um escoramento na estrutura.


Compartilhe: