Polícia Federal deflagra operação contra clonagem de cartões da Caixa

Segundo a PF, o esquema causou prejuízo de cerca de R$ 40 milhões ao banco.

Compartilhe:
Foto: Polícia Federal / Divulgação

A PF (Polícia Federal) cumpriu hoje (14) três mandados de busca e apreensão da Operação Delivery Card, que investiga fraudes bancárias contra a Caixa Econômica Federal. Segundo a PF, o esquema causou prejuízo de cerca de R$ 40 milhões ao banco.

As investigações identificaram suspeitos de integrar uma organização criminosa que comprava passagens aéreas usando cartões clonados da Caixa. Os bilhetes eram posteriormente vendidos a baixo custo em uma rede social, com a justificativa de que eram adquiridas em programas de milhagem.

A operação é coordenada pelo GCEF (Grupo de Repressão a Crimes Contra a Caixa Econômica Federal), criado recentemente pela PF no Rio de Janeiro. Os mandados estão sendo cumpridos em endereços nas zona sul e norte da capital fluminense.

De acordo com a PF, os investigados podem responder pelos crimes de organização criminosa, furto qualificado mediante fraude e lavagem de dinheiro, cujas penas podem somar mais de 26 anos de prisão.


Compartilhe: