Petrobras reduz preços do gás de cozinha para as distribuidoras

A redução média no gás de cozinha será de R$ 2,60 no botijão de 13 kg, de acordo da Petrobras.

Compartilhe:

A Petrobras anunciou, nesta segunda-feira (12), uma redução de 4,7% nos preços do GLP (gás liquefeito de petróleo). A justificativa da estatal é a redução dos preços no mercado internacional. A medida começa a valer a partir de amanhã (13).

O preço médio de venda de GLP da Petrobras para as distribuidoras passará de R$ 4,23/kg para R$ 4,03/kg, equivalente a R$ 52,34 por 13kg. A redução média será de R$ 2,60 no botijão de 13 kg.

O motivo alegado pela Petrobras para a queda é de equilibrar os preços da estatal com os praticados no mercado internacional. O preço do barril do petróleo está em US$ 94 e vem mantendo esse valor por causa de um cenário de recessão internacional em países da Europa e nos Estados Unidos. A Alemanha realiza racionamento de gás natural por causa das sanções deflagradas após o início da guerra entre Rússia e Ucrânia.

Há maior oferta para compensar a decisão de não comprar combustíveis fósseis russos, somada à redução no consumo por causa dos preços inflacionados após o início do conflito . A tendência é que o barril de petróleo fique no patamar de US$ 90.

Também há o componente política interna. O governo federal faz pressão na Petrobras para manter os preços calibrados com o mercado internacional para ajudar a campanha do atual mandatário, Jair Bolsonaro do (PL), à reeleição. A expectativa é que novas reduções ocorram até a eleição, que ocorre em 2 de outubro.


Compartilhe: