Petrobras derruba preço do diesel a menos de duas semanas da eleição

A redução para o consumidor deve ser de R$ 0,27 por litro de diesel.

Compartilhe:

A Petrobras anunciou mais uma redução nos preços dos combustíveis nesta segunda-feira (19). O preço médio de venda de diesel A da Petrobras para as distribuidoras terá queda de R$ 0,30 por litro. A redução para o consumidor deve ser de R$ 0,27 por litro. A medida foi anunciada a menos de duas semanas para as eleições de 2 de outubro.

Com a decisão, o preço médio do combustível passará de R$ 5,19 para R$ 4,89 por litro. Considerando a mistura obrigatória de 90% de diesel A e 10% de biodiesel para a composição do diesel comercializado nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 4,67, em média, para R$ 4,40 a cada litro vendido na bomba.

A Petrobras diz que a “redução acompanha a evolução dos preços de referência […], que busca o equilíbrio dos seus preços com o mercado”. Segundo a Abicom (Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis), o preço médio do diesel nas refinarias brasileiras estava R$ 0,47 por litro acima da paridade de importação, conceito usado pela Petrobras em sua política de preços.

Para gerar fatos positivos para o governo de Jair Bolsonaro (PL), a Petrobras passou a anunciar cortes quase todas as semanas. Desde setembro, o governo federal faz pressão na Petrobras para manter os preços calibrados com o mercado internacional para ajudar a campanha do atual mandatário. A expectativa era que novas reduções ocorressem até a eleição, que ocorre em 2 de outubro.

O preço do barril do petróleo está em US$ 91 e vem mantendo o patamar dos US$ 90 por causa de um cenário de recessão internacional em países da Europa e nos Estados Unidos.


Compartilhe: