Ipec Governador RS: Leite tem 38%; Onyx 25%; e Pretto 15% das intenções de voto

A pesquisa ouviu 1.808 eleitores entre os dias 23 a 25 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Compartilhe:

O Ipec divulgou, nesta segunda-feira (26), a quarta rodada de pesquisa de intenção de voto para o cargo de Governador do RS. A pesquisa ouviu 1.808 eleitores entre os dias 23 a 25 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, considerando nível de confiança de 95%.

A sondagem foi contratada pelo Grupo RBS (RBS Participações S.A. / Televisão Gaúcha S.A.) e está registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR-09277/2022 e no TRE-RS (Tribunal Regional Eleitoral do RS) sob o número RS-04810/2022.

Os entrevistados responderam à seguinte pergunta: “Em quem o senhor ou senhora votaria para o cargo de governador do Rio Grande do Sul se a eleição fosse hoje?” Os nomes dos candidatos aparecem conforme o nome que consta no TSE e que o eleitor vai ver na urna.

Pesquisa estimulada no 1º turno

A candidatura de Cesar Augusto (PCO) foi indeferida pelo TSE durante o período de campo desta pesquisa, portanto, seu nome ainda constava no questionário desta rodada.

Votos válidos

A candidatura de Cesar Augusto (PCO) foi indeferida pelo TSE durante o período de campo desta pesquisa, portanto, seu nome ainda constava no questionário desta rodada.

Segundo turno

O Ipec também simulou possíveis cenário de segundo turno nas Eleições. Para a simulação, o Ipec utilizou como critério testar os candidatos que atingiram dois dígitos de intenção de voto na terceria pesquisa, divulgada em 16 de setembro.

Os eleitores responderam à pergunta: “Se a eleição para governador do Estado tiver um segundo turno entre Eduardo Leite (PSDB) e Onyx Lorenzoni (PL), em quem o senhor ou a senhora votaria?”. Os nomes dos candidatos aparecem conforme o nome que consta no TSE e que o eleitor vai ver na urna.

Cenário 1: Leite x Onyx

Cenário 2: Leite x Pretto

Cenário 3: Onyx x Pretto

Este levantamento estava previsto para ser divulgado na sexta-feira passada (23), mas foi adiado. Conforme o instituto de pesquisa, houve um erro com relação ao critério que utiliza para as simulações de segundo turno.

Um dos candidatos alcançou dois dígitos de intenção de voto na terceira rodada da pesquisa, conforme regra determinada pelo Ipec. Seu nome, porém, não constava nos questionários submetidos ao TRE e ao TSE, nem na pesquisa de campo para a quarta rodada. Por isso, houve retificação junto ao Tribunal Eleitoral e as entrevistas que já haviam sido feitas foram descartadas. Um novo levantamento foi registrado e realizado.


Compartilhe: