“A gente está melhor do que no momento da eliminação para o Melgar”, afirma Mano Menezes após Inter vencer o Cuiabá

Com o apoio de mais de 30 mil torcedores, Inter venceu o Cuiabá por 1 a 0 pelo Campeonato Brasileiro.

Compartilhe:
Foto: Ricardo Duarte/Internacional

 

O Inter conseguiu uma vitória importante dentro do Beira-Rio neste sábado (10). Com o apoio de mais de 30 mil torcedores, o time colorado venceu o Cuiabá por 1 a 0 pelo Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Inter chega a 46 pontos e assume a vice-liderança. A equipe colorada vai precisar secar Flamengo e Corinthians, neste domingo (11), para terminar a rodada na segunda colocação.

O Cuiabá não escondeu a proposta que trouxe a Porto Alegre. O time montou uma linha com cinco defensores e segurou o Inter no primeiro tempo.

Na primeira etapa, o time de Mano Menezes pressionou bastante e criou boas chances de gol. Aos 12 minutos do primeiro tempo, o Inter perdeu uma grande oportunidade para abrir o placar. Bustos passou para o meio, onde Alan Patrick apareceu. Ele tentou driblar o goleiro e foi derrubado.

A bola, ainda assim, sobrou para Alemão, deu para Wanderson, tudo dentro da área. Ele chutou na trave. A bola voltou para Alemão, que bateu de novo. A bola cruzou pela frente do goleiro e bateu na outra trave, antes que Mauricio completasse. Na sequência, o auxiliar marcou impedimento no passe de Alemão.

O Inter encerrou o primeiro tempo com mais posse de bola e finalizações. Já o Cuiabá não chegou com perigo ao gol de Daniel.

Para o segundo tempo, Mano precisou mexer no time. Wanderson sentiu um desconforto muscular e deu lugar a Pedro Henrique.

Quando a partida ficou complicada, e o Cuiabá parecia gostar do jogo, o Inter fez o gol aos 23 minutos do segundo tempo após um contra-ataque.

Pedro Henrique recebeu de Bustos, na ponta direita, e arrancou. Ele cruzou na medida e Alemão errou em bola. Mas Mauricio pegou do outro lado. Novamente rolou para dentro. Alemão, mais uma vez, tomou a decisão errada e perdeu tempo para chutar. Ele devolveu para Bustos e, de novo, para Pedro Henrique. Ele fez um cruzamento perfeito e Alemão testou firme para abrir o placar, 1 a 0.

Após o gol, o Mano mexeu novamente no Inter. Com as substituições, o time colorado se perdeu dentro de campo, quase entregou a vitória. E aos 46 minutos do segundo tempo, Edenilson perdeu a bola para Valdívia, com falta. Na sequência do lance, o camisa 8 cometeu pênalti.

Após reclamação e confusão, o árbitro foi ao vídeo revisar o lance. A penalidade foi retirada, gerando uma grande comemoração no Beira-Rio.

Na próxima rodada, o Inter vai enfrentar o Atlético Goianiense fora de casa.

Coletiva

Na coletiva, o técnico do Inter comentou sobre o momento do time e o desempenho diante do Cuiabá.

“O Inter resolveu o jogo. Foi uma equipe superior ao Cuiabá, criamos de todas as formas. Mas o futebol tem seus caprichos, a bola as vezes demora para entrar”, disse. “A gente está melhor do que no momento da eliminação para o Melgar”, afirmou Mano.

“Só faltou o gol. Construímos bem, melhoramos, estamos nos tornando mais conscientes do que se deve ser feito para enfrentar adversários em linhas baixas. O que nos faltava era tempo para fazer um trabalho mais completo, agora estamos tendo”, completou.

Alemão disse que o primeiro objetivo é conquistar uma vaga da Libertadores 2023, mas sem descartar a possibilidade de brigar pelo título.

“Estamos brigando jogo a jogo, a Libertadores é o primeiro objetivo. Não descartamos o título, mas não adianta pensar lá na frente se não fizermos o trabalho a cada jogo”, ressaltou

Alemão foi questionado sobre o seu momento no clube. “É uma honra ter o nome gritado pela torcida. Sou muito agradecido pela fase, mas preciso seguir trabalhando para aumentar o nível cada vez mais”, respondeu.


Compartilhe: