Grêmio demite Roger Machado e recontrata Renato Portaluppi

Além de mudanças na beira de campo, o Grêmio anunciou alterações na direção do clube.

Compartilhe:

A direção do Grêmio decidiu mudar a comissão técnica da equipe nesta segunda-feira (1º). Roger Machado, até então treinador do Tricolor gaúcho, foi demitido. Renato Portaluppi voltará a ser o chefe da casamata gremista. O presidente Romildo Bolzan irá se manifestar em entrevista coletiva, nesta sexta-feira, às 11h, no Auditório da Arena, sobre as mudanças no Departamento de Futebol.

Além de mudanças na beira de campo, há alterações na direção do clube. Denis Abrahão e Sérgio Vasques não exercem mais as respectivas funções de vice-presidente e diretor de futebol.

O agradecimento aos demitidos mostra o tom de insatisfação interna. “O Grêmio agradece o trabalho prestado por Roger, seus auxiliares, Denis e Sérgio durante o período em que estiveram à frente do futebol do Clube, desejando-lhes sorte em seus próximos desafios”, diz nota oficial do Grêmio.

Roger Machado havia sido contratado em fevereiro deste ano e estava em sua terceira passagem pelo clube. Na casamata Tricolor, foi auxiliar técnico de 2011 a 2013, tendo inclusive assumido a função de técnico interino em algumas oportunidades. Em 2015, foi anunciado como técnico do Grêmio e teve participação fundamental na montagem da equipe que veio a conquistar títulos na sequência.

Renato Portaluppi voltará a ser o técnico do Tricolor. Renato Gaúcho chega a Porto Alegre, junto com o seu auxiliar técnico Alexandre Mendes, nos próximos dias. No entanto, ele comandará a equipe apenas no jogo contra o Vasco, que está marcado para o dia 11 de setembro.

O novo treinador foi demitido do Grêmio em abril de 2021. Ele foi alvo de cobranças e contestações internas e externas após a eliminação do Grêmio na terceira fase da Libertadores, com nova derrota para o Independiente del Valle no ano passado. Na passagem anterior, Renato ficou mais de quatro anos e meio no cargo.


Compartilhe: