Governo do Estado adia para novembro leilão para revitalização do Cais Mauá, em Porto Alegre

Medida atende uma solicitação formal de empresas interessadas no modelo de PPP (parceria público-privada) para realização das obras

Compartilhe:

O governo do Estado decidiu adiar o leilão para estruturação imobiliária do Cais Mauá, em Porto Alegre. Anteriormente, o certame estava marcado para 26 de setembro, na B3, em São Paulo. Agora, ele será realizado em 16 de novembro.

A medida atende uma solicitação formal de empresas interessadas no modelo de PPP (parceria público-privada) para realização das obras. O pedido tem como justificativa possibilitar o aprofundamento dos estudos sobre o edital de concorrência pública internacional, publicado em 18 de agosto.

O projeto foi elaborado em parceria com o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e o Consórcio Revitaliza. Segundo o governo do Estado, a iniciativa tem foco no desenvolvimento sustentável e no resgate da relação histórica do cais com o Guaíba.

Os investimentos previstos em restauro, urbanização e revitalização somam R$ 355 milhões para as áreas concedidas. Outros R$ 20,5 milhões serão gastos anualmente para operação e manutenção das áreas sob concessão, ao longo de 30 anos de contrato. Além disso, haverá um conjunto de investimentos que serão realizados para o desenvolvimento imobiliário na área das docas do Cais Mauá, de acordo com o potencial construtivo.


Compartilhe: