Crônica Corinthians 4 x 1 Inter: para além do futebol

Ao todo, 41.070 pessoas foram à Neo Química Arena e promoveram mais uma quebra de recorde de público no futebol feminino brasileiro

Compartilhe:

No fim, o título não veio. Mas uma vitória maior foi conquistada pelas Gurias Coloradas nesta final de Campeonato Brasileiro contra o Corinthians: a consolidação definitiva do futebol feminino no Rio Grande do Sul. Não só o jogo de ida, que colocou mais de 36 mil pessoas no Beira-Rio, como todo o trabalho que vem sendo feito pelo colorado na modalidade.

O feito do Inter não cabe na linguagem. Como dito neste espaço anteriormente, a partida na casa alvirrubra ampliou o campo do possível, os horizontes de todos nós, espectadores do futebol gaúcho. Isso estará eternizado na memória coletiva.

Hoje (24), a torcida corinthiana presente na Neo Química Arena promoveu mais uma quebra de recorde de público no futebol feminino brasileiro. Ao todo, 41.070 pessoas foram ao estádio e fizeram uma lindíssima festa.

Quando a árbitra encerrou a partida, que resultou em 4 a 1 para a equipe da casa, o estádio vibrava. Por mais de uma razão. Pela conquista esportiva, mas também por mais um passo cultural dado para frente em nosso país.

O jogo

A partida começou bastante disputada. O Inter entrou disposto a encarar o forte Corinthians de igual para igual. O Timão teve um gol bem anulado logo nos primeiros minutos, mas o enfrentamento era igual.

Até que, aos 13, o Inter marcou com Sorriso. Após um escanteio que a goleira Lelê tirou de soco, Milene colocou na área novamente, Sorriso dominou e chutou para o gol.

Mas o Corinthians tinha visivelmente mais qualidade que o Inter. Aos poucos, a imposição técnica, e também física da equipe paulista, foi aparecendo. A virada veio ainda no primeiro tempo.

Primeiro com Jaqueline, em um belo gol, aos 22, e depois, aos 45, com Diany. Neste último o gol, o Inter lamentou a falha na jogada aérea.

Segundo tempo

E o Timão viria a ampliar logo no primeiro minuto da segunda etapa. Vic Albuquerque marcou para a equipe paulista.

O Inter voltou disposto a virar e entregou tudo que pôde. Vieram substituições. Mas a reação não aconteceu. A superioridade do Corinthians se mantinha, para alegria da torcida da equipe local.

Para coroar a vitória, aos 46, Jheniffer fez mais um para o Timão e transformou em goleada a festa do Corinthians, Tetra Campeão Brasileiro Feminino. Já o Inter, com o resultado, é vice-campeão brasileiro e está classificado para a Libertadores do ano que vem.

Escalações

Corinthians

Lelê; Diany, Andressa (Tarciane), Yasmim e Tamires; Gabi Zanotti (Gabi Morais) e Vic Albuquerque; Gabi Portilho (Juliete), Jaqueline, Adriana e Jheniffer –4-5-1Técnico: Arthur Elias.

Inter

May; Capelinha (Tamara Bolt), Bruna Benites, Sorriso (Isa Haas) e Eskerdinha (Priscila); Ju Ferreira, Duda Sampaio e Maiara (Bia Gomes); Fabi Simões, Millene Fernandes e Lelê –4-3-3Técnico: Maurício Salgado.

Arbitragem

Árbitra: Charly Wendy Straub Deretti (FIFA-SC)
Auxiliar: Leila Naiara Moreira da Cruz (FIFA-DF)
Auxiliar: Fernanda Nândrea Gomes Antunes (FIFA-MG)
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (FIFA-MG).


Compartilhe: