Caso Gabriel: PMs acusados pela morte de jovem são denunciados

Os três PMs foram denunciados tanto pela Promotoria de Justiça Militar como pela da Justiça comum.

Compartilhe:

O MP-RS (Ministério Público do Rio Grande do Sul) denunciou, nesta segunda-feira (5), os três policiais militares suspeitos de envolvimento na morte de Gabriel Marques Cavalheiro, de 18 anos. Ele desapareceu na madrugada de 13 de agosto, em São Gabriel, na Fronteira Oeste. O corpo do jovem foi encontrado dentro de um açude no dia 19 de agosto.

Segundo o MP, há indícios da prática de homicídio doloso, com motivo fútil, meio cruel e uso de recurso que impossibilitou a defesa da vítima. Os três PMs foram denunciados tanto pela Promotoria de Justiça Militar como pela da Justiça comum. Isso se deve porque os policiais, em tese, teriam cometido crimes durante serviço.

A Promotoria de Justiça Militar também denunciou o sargento e os dois soldados por ocultação de cadáver e falsidade ideológica. O crime deverá ser julgado pela Justiça comum, mesmo que os três tenham sido indiciados pela Corregedoria da Brigada Militar.

O segundo-sargento Arleu Júnior Cardoso Jacobsen e os soldados Cléber Renato Ramos de Lima e Raul Veras Pedroso estão presos preventivamente no BPG (Batalhão de Polícia e Guarda), em Porto Alegre.

Açude onde o corpo de Gabriel Marques Cavalheiro foi encontrado. Foto: Divulgação/Brigada Militar

Compartilhe: