Casal suspeito de assassinar motorista de aplicativo é preso na BR-386, em Estrela

Prisões ocorreram após uma perseguição policial na rodovia

Compartilhe:

Um homem de 22 anos e uma adolescente de 17 foram presos na noite desta quinta-feira na BR-386, na altura do município de Estrela, no Vale do Taquari. O casal é suspeito de ter matado o motorista de aplicativo Edson Andreola Soares, de 43 anos, e, em seguida, roubado seu carro.

Edson estava desaparecido desde a noite de quarta-feira. O corpo da vítima foi encontrado em Paverama, também no Vale do Taquari, já na quinta-feira.

As detenções ocorreram após a Polícia Rodoviária Federal, a partir de uma denúncia anônima, identificar que o veículo em que os detidos  estavam pertencia a Edson. Depois de a PRF identificar o veículo, os detidos saíram em fuga.

Houve perseguição por cerca de 10 quilômetros até que o carro em que os dois estavam saiu de controle e bateu na traseira de um caminhão. No interior do veículo, a polícia encontrou  um revólver, munições, celulares e cocaína. 

O homem foi preso em flagrante. A adolescente foi apreendida. Eles não tiveram as identidades divulgadas. Antes das detenções, os dois foram encaminhados para atendimento no hospital porque ficaram feridos na ocorrência.  

O homem deve ser encaminhado para um presídio enquanto a adolescente deve ser internada em um Centro de Atendimento Socioeducativo. Ambos vão responder por latrocínio.

O caso

O motorista de aplicativo, Edson Andreola Soares, desapareceu na noite de quarta-feira (31). Segundo apurações, ele teria saído de Triunfo em direção a Butiá para uma corrida em Paverama. Ele buscaria o casal em Butiá para levar para Paverama.

Porém, na quinta-feira, seu corpo foi encontrado por moradores perto do meio-dia em um barranco na beira de uma estrada, em Paverama. A Polícia Civil identificou dois ferimentos provocados por tiros no rosto da vítima. A investigação indicou também que o corpo foi abandonado no local, mas que o homicídio foi cometido em outro lugar.


Compartilhe: