Britânicos dão último adeus a Elizabeth II, rainha mais longeva do Reino Unido

O sepultamento será na cripta real ao lado do marido da Rainha Elizabeth II, o príncipe Philip, que morreu no ano passado, aos 99 anos.

Compartilhe:
Crédito: Canal The Royal Family/ YouTube

O funeral de Estado da rainha Elizabeth II reuniu cerca de 400 líderes e monarcas do mundo inteiro. Ela morreu aos 96 anos, há 11 dias.

A cerimônia teve início por volta das 6h40 (horário de Brasília), quando o caixão foi levado da plataforma onde era exibido desde a quarta-feira da semana passada até a carruagem da Marinha Real.

O cerimonial durou cerca de uma hora e foi encerrado por dois minutos de silêncio em memória da monarca mais longeva na história do Reino Unido, com pouco mais de 70 anos de reinado.

“A rainha dedicou sua vida a servir à nação e à Commonwealth”, disse em seu sermão o arcebispo da Cantuária, Justin Welby, primaz da Igreja Anglicana, da qual Elizabeth II era a chefe oficial.

Antes da mensagem, a primeira-ministra do Reino Unido, Liz Truss, leu um trecho do Evangelho dos Jovens sobre a promessa de um lugar no céu feita por Jesus Cristo a seus discípulos.

Depois, o caixão da monarca deixou a Abadia de Westminster e seguiu em procissão até o Arco de Wellington. Neste local, teve início um cortejo de carro até o Castelo de Windsor, onde haverá um funeral privado na Capela de São Jorge.

O sepultamento será na cripta real ao lado do marido da rainha Elizabeth II, o príncipe Philip, que morreu no ano passado, aos 99 anos.


Compartilhe: