Brasileiro é preso após apontar arma contra Cristina Kirchner, vice-presidente da Argentina

Imagens mostram quando o homem aponta, com a mão esquerda, uma arma contra o rosto de Cristina Kirchner.

Compartilhe:
Momento da tentativa de assassinato contra a vice-presidente da Argentina. Foto: reprodução / Todo Noticias

Um homem brasileiro, de 35 anos, foi preso pela Polícia Federal da Argentina na noite desta quinta-feira (1º). Ele tentou assassinar a vice-presidente argentina, Cristina Kirchner, com um disparo de arma de fogo em meio a uma multidão que se aglomerava em frente à casa mandatária, no bairro de Recoleta.

Imagens exibidas pelos canais de notícias argentinos mostram quando o homem aponta, com a mão esquerda, uma arma contra o rosto de Cristina Kirchner. A arma, no entanto, falha no momento do pretenso disparo e Kirchner baixa a cabeça. A vice-presidente argentina chegava em sua casa e estava cercada por dezenas de pessoas.

O brasileiro foi identificado pelas autoridades da Argentina como Fernando Andres Sabag Montiel, 35 anos. O agressor foi preso no cruzamento do Juncal com o Uruguai e a arma foi encontrada “a poucos metros do local”, segundo o boletim de ocorrência. Montiel já tinha passagem pelo sistema policial argentino por porte de arma.

Espera-se uma declaração do presidente da Argentina, Alberto Fernández, em rede nacional ainda na noite desta quinta-feira.


Compartilhe: