Quanto tempo leva para aprender espanhol sabendo português?

Hoje em dia aprender uma nova língua se tornou praticamente algo obrigatório, porque é de grande ajuda, entre outras coisas, para obter melhores oportunidades de trabalho. Existem milhões de pessoas no mundo que estão estudando inglês, francês ou até chinês, por exemplo, mas dominar outra língua leva o seu tempo.

Compartilhe:
Foto: Divulgação

 

Existe um ranking das dificuldades linguísticas que estabelece as línguas que existem e o nível de dificuldade que cada uma representa.

Muitas pessoas acham, por exemplo, que aprender inglês é difícil, mas na realidade aprender o espanhol é mais complicado para quem fala inglês.

Segundo esse ranking, são necessárias de 23 a 24 semanas para adquirir os conhecimentos que permitam poder conversar e ter os conceitos básicos da língua. Mas outras línguas são bem mais complicadas para aprender, como o coreano, o chinês e o japonês, que precisam de pelos menos 88 semanas por serem idiomas muito difíceis.

Para um brasileiro é mais fácil aprender o espanhol pelo fato de existir uma similitude quanto ao léxico e uma sintaxe bem parecida. Portanto, aprender em uma escola de espanhol em Buenos Aires, por exemplo, pode ser uma grata experiência para aprender rapidamente o espanhol e curtir a cidade.

O espanhol é a segunda língua mais falada no mundo

Depois do inglês, o espanhol é a língua que mais se utiliza em diversos países do mundo. Sendo a língua oficial de muitos países da América e alguns da Europa, são cada vez mais as pessoas que procuram escolas para aprender esse idioma (clique aqui).

Sem dúvida, o espanhol é a língua da moda, que ajuda a encontrar melhores oportunidades de trabalho, melhor comunicação durante viagens internacionais, maiores opções de boas leituras e até de assistir filmes e peças de teatro ou shows de músicos latinos famosos, compreendendo tudo o que está sendo dito!

Por outro lado, o fato de dominar o espanhol permite aprender com maior facilidade outras línguas latinas, como o italiano ou o português, para quem só fala inglês ou francês, por exemplo.

Já para aqueles que falam português, aprender o espanhol é muito mais fácil pelo anteriormente dito (similitude lexical e sintaxe similar), embora não deve ser ignorado o estudo, pois deve se evitar o popular ‘portunhol’, que não é língua nenhuma e sim uma mistura do português com o espanhol.

O espanhol do ponto de vista de quem fala português

Apesar das similitudes entre as duas línguas, há diferenças entre elas: o passado perfeito composto que existe em espanhol não existe em português, bem como o uso das preposições ‘para’ ou ‘a’, que são diferentes nos dois idiomas.

O que ajuda muito na hora de aprender o espanhol é a escrita. Nessa língua, na qual se utiliza obviamente o alfabeto latino, há uma correspondência entre o som e o escrito. Ou seja, se a palavra escrita é ‘loco’, a pronuncia é a mesma ‘loco’.

Mas em português existe a redução vocálica, então mesmo falando ‘loco’ em português’, na grafia é ‘louco’. Por isso o espanhol é mais fácil de se aprender, pois a grafia espanhola deixa mais clara a forma de pronunciar a palavra.

Para um brasileiro, por exemplo, ler um jornal ou revista em espanhol é fácil, “La escuela de idiomas ya abrió sus puertas” pode ser facilmente compreendido trocando só uns detalhes: “A escola de idiomas já abriu suas portas”.

Agora bem, não é o mesmo ler do que ouvir. A porcentagem de compreensão fica menor, é necessário prestar muita atenção, inclusive porque algumas palavras podem ter significado diferente, ainda que se escrevam e falem igual.

Esse é o ponto que pode levar direto ao ‘portunhol’, o que deve ser evitado se quiser dominar corretamente a língua espanhola. Existem algumas dicas que podem ajudar a acelerar o processo de aprendizado, por exemplo:

✔ Ouvir músicas em espanhol
✔ Assistir filmes em espanhol
✔ Ler muito: jornal, livro, revistas

Estes são alguns exemplos, mas é claro que interagir com pessoas que falem espanhol será sempre a melhor oportunidade para treinar o que está sendo aprendido na aula.

Quanto tempo demora dominar o espanhol para quem fala português?

O tempo de aprendizagem varia de pessoa para pessoa. É evidente que para quem fala português vai ser sempre menor o tempo que precise para aprender a dominar o espanhol do que para quem fala inglês, francês, alemão ou japonês, por exemplo.

Se o aluno sabe aproveitar toda e cada uma das oportunidades para praticar o espanhol, o tempo para dominá-lo será bem menor. Algumas pessoas podem aprender em poucas semanas, e são aquelas que se dedicam realmente a praticar o que estão estudando, interagindo com outras pessoas, lendo, ouvindo música, etc.

Estudar espanhol em Buenos Aires

Essa pode ser uma excelente opção, unindo o útil ao agradável: viajar, conhecer a capital da Argentina, passear, curtir a gastronomia, os parques, a arte de um modo geral, enquanto você faz um curso para aprender o espanhol.

Estando em uma cidade onde se fala a língua que você está aprendendo só acelera o processo, pois você poderá colocar em prática tudo o que está estudando, no dia a dia nas ruas, nas conversas com colegas, fazendo compras no supermercado, assistindo TV, indo ao teatro, interagindo com os moradores do lugar, com as pessoas nos parques, e assim por diante.

Portanto, a quantidade de tempo que uma pessoa que fala português precise para dominar o espanhol vai depender de itens como: a própria facilidade em compreender, na aplicação ao estudo, na prática no dia a dia, do tempo que dedicar aos exercícios, entre outras coisas.

Segundo uma recente pesquisa do Instituto de Serviços Exteriores do Departamento de Estado dos Estados Unidos, uma pessoa que fala inglês e não tem nenhum conhecimento prévio de espanhol, precisará de 600 horas para aprender essa língua.

Por isso é possível afirmar que aqueles que falam português conseguirão aprender a língua espanhola mais fácil e rapidamente por serem duas línguas latinas, similares.


Compartilhe: