Quinze dias após temporal, Canoas contabiliza mais de 300 árvores de grande porte cortadas

Foco inicial da limpeza foi liberação de acesso a unidades de saúde, avenidas principais, escolas e residências atingidas pelo temporal do dia 15 de agosto.

Compartilhe:
Foto: Gustavo Garbino / Prefeitura de Canoas

A força-tarefa para limpeza das ruas de Canoas completa, nesta terça-feira, quinze dias de trabalho. Segundo a administração municipal, mais de 500 árvores foram derrubadas por causa das rajadas de vento causadas pelo temporal do dia 15 de agosto. A tempestade, que teve granizo e vento de até 120 quilômetros por hora, danificou mais de 2,3 mil imóveis na cidade.

A Prefeitura de Canoas afirma que realizou o corte e a retirada de 329 árvores de grande porte. O foco inicial foi a liberação de unidades de saúde, avenidas principais, escolas e residências.

No entanto, diz a administração municipal, ainda há registro de ruas secundárias bloqueadas, principalmente nos bairros da região nordeste, como Guajuviras, Estância Velha e Igara. De acordo com estimativa da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, ainda precisam ser retiradas 232 árvores caídas.

Algumas ruas, como Dona Castorina, Julio Pereira de Souza e Beco Júlio Pereira de Souza, já estão totalmente limpas. “Seguimos fazendo o serviço de limpeza para ajudar os moradores a voltar à normalidade, mas ainda há muito trabalho para ser feito”, afirma o subprefeito da região nordeste, Denílson Oliveira Santos.

Ao longo desta semana, o bairro Olaria está sendo atendido pelas equipes de serviços urbanos e limpeza. Para solicitar serviços, os moradores podem procurar a Subprefeitura Nordeste, na Av. Boqueirão, 3166 (térreo), bairro Estância Velha, fone (51) 3236-3502.


Compartilhe: