Quatro escolas de Canoas seguem sem aulas presenciais após os temporais da semana passada

O motivo ainda são os estragos causados pela chuva

Compartilhe:

Uma semana após os temporais que atingiram o Rio Grande do Sul, quatro escolas de Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre, trabalham com ensino remoto nesta segunda-feira (22). O motivo ainda são os estragos causados pela chuva.

As instituições que não funcionam presencialmente neste início de semana são Irmão Pedro, Guajuviras, Terezinha Tergolina e Edgar Fontoura. Conforme a prefeitura, nestas quatro escolas, o retorno para sala de aula se dará gradualmente a partir da terça-feira (23).

Neste dia, a previsão é de que na Terezinha Tergolina, Guajuviras e na Edgar Fontoura todas as turmas voltem para o presencial. Já na Irmão Pedro, as atividades iniciam presencialmente na terça-feira para os estudantes de 1º ao 5º ano e EJA. Os alunos do 6º ao 9º ano continuam de maneira remota.

Já as escolas Rondônia, Ildo Meneghetti e Ícaro, onde também foram realizados reparos, já voltaram a trabalhar de modo presencial. Segundo a prefeitura, são realizados reparos em telhados, portas e janelas, recuperação da rede elétrica, além de podas de árvores e recolhimento de galhos. O objetivo é concluir os trabalhos o mais breve possível.


Compartilhe: