Polícia investiga ataque a tiros contra motorista de aplicativo em Novo Hamburgo

A vítima foi baleada na cabeça e está internada em estado grave em um hospital de Novo Hamburgo, segundo a polícia.

Compartilhe:

Um inquérito policial investiga as circunstâncias de um ataque a tiros contra um motorista de aplicativos. O caso ocorreu na tarde de domingo (7), em Novo Hamburgo, no Vale do Sinos. A vítima foi baleada na cabeça e está internada em estado grave, segundo a polícia.

Conforme a Brigada Militar, a corporação foi acionada para atender a ocorrência de disparos de arma de fogo no bairro Jardim Mauá, em Novo Hamburgo, no fim da tarde de ontem. No local, os policiais encontraram um homem ferido com um disparo de arma de fogo.

Ele era condutor de um Chevrolet Onix, que bateu contra um muro de um lar de idosos na rua São Jerônimo, na esquina com a rua Lajeado. O homem, identificado como Edenir Wust, de 48 anos, foi socorrido com ferimento causado por disparo de arma de fogo na região da cabeça.

O motorista foi encaminhado ao Hospital Municipal de Novo Hamburgo, onde segue internado. O estado de saúde dele é considerado crítico, mas é estável. Ele passou por uma cirurgia para remoção do projétil e segue internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Como foi o crime em Novo Hamburgo

Wust não estava com nenhum passageiro no momento em que foi alvo do disparo de arma de fogo. Testemunhas relataram à polícia que indivíduos dentro de um Ford Ka verde, de modelo entre 2007 e 2012 e vidros escuros, tentaram abordar o motorista de aplicativos. Ele não teria obedecido a ordem e foi baleado pelo passageiro do Ka.

Nada foi levado do motorista de aplicativos. Ao menos três indivíduos teriam participado da ação.

Buscas foram realizadas pela Brigada Militar em busca dos criminosos, mas ninguém foi preso até o momento. A Polícia Civil busca entender a dinâmica do crime para chegar em sua motivação e nos autores. Os policiais buscam câmeras de videomonitoramento que possam ter flagrado o crime.


Compartilhe: