Ouça no Meio-Dia: o mau resultado da economia gaúcha no 1º semestre e mais notícias da manhã

Confira as principais notícias da manhã desta segunda-feira, 22 de agosto de 2022, no podcast Meio-Dia.

Compartilhe:

Ouça o podcast Meio-Dia também em outras plataformas:

O filme acreano “Noites Alienígenas”, de Sérgio de Carvalho, é o grande vencedor do 50º Festival de Cinema de Gramado. O longa conquistou cinco Kikitos: melhor longa-metragem brasileiro, ator, com o estreante Gabriel Knoxx, ator coadjuvante, com Chico Diaz, atriz coadjuvante, com Joana Gatis, e o troféu da crítica. Além disso, “Noites alienígenas” recebeu, ainda, uma menção honrosa pela atuação de Adanilo. O diretor Sérgio de Carvalho, que adaptou o livro homônimo, de sua autoria, para as telonas, aborda temas como a periferia da Amazônia urbana e as fronteiras entre a cidade e a floresta. Em sua fala, Carvalho disse que “Noites Alienígenas” “foi um filme OVNI que aterrissou em Gramado e foi uma grande surpresa”.

O corpo de um pescador desaparecido desde a última quinta-feira, foi encontrado neste domingo na Lagoa do Capivari, em Capivari do Sul, no Litoral Norte. Morador do município de Taquara, no Vale do Paranhana, Adriano Silva de Lima, de 36 anos, foi encontrado submerso na água. Adriano caiu na lagoa após a embarcação em que ele estava com outras duas pessoas afundar devido aos fortes ventos. As demais pessoas conseguiram se salvar. Elas utilizaram caixas de isopor para não submergirem. Um deles esperou o resgate na água, enquanto o outro conseguiu nadar até a margem e pedir ajuda. O corpo de Adriano foi encontrado em uma área de grande profundidade da Lagoa do Capivari com o uso de um equipamento chamado ecobatímetro, que calcula a profundidade da água a partir do tempo que o som leva da superfície até o fundo do canal. Além disso, equipes do Corpo de Bombeiros utilizaram mergulhadores, drones e um helicóptero da Brigada Militar durante os trabalhos de buscas.

Três serviços do Dmae deixam bairros de Porto Alegre sem água nesta segunda e na terça-feira. Conforme a prefeitura, a programação poderá ser alterada por motivos técnicos ou climáticos. Hoje, o bairro Cascata, na zona sul, tem o abastecimento interrompido, desde às 8h30, para a substituição de um novo trecho da adutora de recalque da Estação de Bombeamento Primeiro de Maio. Serão substituídos mais 100 metros de canalização na avenida Oscar Pereira. Conforme o Dmae, a previsão é restabelecer o fornecimento de água durante a noite desta segunda, podendo avançar na madrugada de terça-feira. Na terça-feira, a partir das 8h, na zona leste da Capital, os bairros Jardim Carvalho, Jardim do Salso, parte do bairro Partenon, parte do bairro São José, Vila João Pessoa, Intercap, Hospital Independência, Vila Campo da Tuca e parte do Agronomia ficam desabastecidos. A linha de alta tensão da Estação de Bombeamento Cristiano Fischer será desligada pela Ceee Equatorial para permitir a retirada de uma palmeira no local onde será construída a nova sala dos painéis de inversores da Estação. Segundo o Dmae, o abastecimento de água deve ser normalizado à tarde, podendo ser mais demorado nas partes altas dos bairros atingidos. Também na terça-feira, na zona norte, parte do bairro Higienópolis terá o abastecimento interrompido, a partir das 9h, por causa da substituição de um registro de 200 milímetros de diâmetro, no passeio em frente à Estação de Tratamento de Água São João. Conforme o Dmae, a previsão é de que a água retorne durante a noite de terça.

A economia do Rio Grande do Sul terminou o primeiro semestre com o pior desempenho do país. É o que aponta o Índice de Atividade Econômica Regional do Rio Grande do Sul, calculado pelo Banco Central e tido como um parâmetro para o PIB. Segundo o indicador, o Estado apresentou uma retração de 3,4%. Enquanto, na média nacional, houve um avanço de 2,2%. O que puxou o índice para baixo foi a agropecuária. O motivo é que o Rio Grande do Sul foi impactado por uma forte estiagem, que acabou por prejudicar a safra do verão. Nos demais setores, o semestre foi marcado por crescimento no varejo, com alta de 8,5%, e no setor de serviços, com alta de 15,4%. Na indústria, houve acréscimo, mas não tão intenso. A alta neste setor foi de 0,4%.

A massa de ar seco e frio segue no Rio Grande do Sul nesta segunda-feira. O dia começou com frio no Estado mas, ao longo do dia, a temperatura fica amena em território gaúcho. Não há previsão de chuva nesta segunda no Rio Grande do Sul. Depois do frio intenso, o calor e a umidade irão voltar ao Rio Grande do Sul durante a semana. Segundo a Climatempo, ao longo dos próximos dias, o sol aparece com mais força e a massa de ar frio se afasta. Por isso volta a esquentar no Rio Grande do Sul. A elevação da temperatura será gradual. A previsão é que até sexta-feira já deva ser mais quente no Estado, com sensação de calor em muitos municípios gaúchos. Segundo a previsão, a máxima vai chegar perto dos 30°C, em cidades na Região Central, Fronteira Oeste e Região Norte, por exemplo. Além disso, a umidade vai voltar a ser destaque ao longo da semana, principalmente na Região Sul e na Região Metropolitana.


Compartilhe: