Ouça no Meio-Dia: a nova elevação na taxa de juros e mais notícias da manhã

Confira as principais notícias da manhã desta quinta-feira, 4 de agosto de 2022, no podcast Meio-Dia.

Compartilhe:

Ouça o podcast Meio-Dia também em outras plataformas:

O Ministério Público do Rio Grande do Sul entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal para suspender a decisão da 1ª Câmara Criminal que anulou o júri que condenou os quatro réus do caso da boate Kiss. Por dois votos a um, desembargadores da 1ª Câmara Criminal aceitaram as apelações das defesas dos réus. Com isso, os quatro réus do caso devem ser julgados novamente. As prisões foram revogadas. As defesas dos réus acusam que o julgamento, realizado em dezembro de 2021 e que durou dez dias, tinha “nulidades”. Ainda, consideram que a decisão dos jurados é “manifestamente contrária à prova dos autos”. O julgamento foi realizado pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul no mês de dezembro de 2021. Elissandro Callegaro Spohr foi condenado a 22 anos e 6 meses; Mauro Londero Hoffmann a 19 anos e 6 meses; já Marcelo de Jesus dos Santos e Luciano Bonilha Leão foram condenados a 18 anos cada um. A petição do Ministério Público, assinada pelo procurador-geral de Justiça Marcelo Dornelles, exige que os réus prossigam no cumprimento da condenação. Como argumentação, o documento traz duas decisões anteriores, dos ministros Luiz Fux e Dias Toffoli. Nelas, os integrantes do STF derrubaram os habeas corpus concedidos aos condenados pela 1ª Câmara Criminal e determinaram a prisão dos quatro réus.

Um homem morreu em decorrência dos ferimentos causados por uma colisão de trânsito, no quilômetro 83 da ERS-040, em Balneário Pinhal, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul. O acidente ocorreu por volta das 20h30 da noite de quarta-feira. Conforme o Comando Rodoviário da Brigada Militar, um Ford Fiesta e um Volkswagen CrossFox bateram de frente no trecho do Túnel Verde. Três pessoas ficaram feridas na colisão: uma delas o motorista do Fiesta e duas mulheres que estavam no veículo da marca alemã. O condutor do Fiesta, um homem de 55 anos, ficou preso às ferragens. Ele foi removido com uso de desencarcerador, mas não resistiu aos ferimentos e morreu durante o atendimento médico. O Fiesta era emplacado em Alvorada e a vítima, que não teve a identidade divulgada, era natural de Uruguaiana, na Fronteira Oeste. As duas mulheres que estavam no CrossFox foram encaminhadas para atendimento médico em Balneário Pinhal. Elas têm 65 e 38 anos e o carro estava emplacado em Balneário Gaivota, Santa Catarina.

A recuperação do trecho da avenida Loureiro da Silva, onde uma cratera se abriu ontem, deve ser concluída em duas semanas. A estimativa é do Departamento Municipal de Águas e Esgotos. O órgão da Prefeitura de Porto Alegre concluiu o diagnóstico dos danos no fim da tarde de ontem, quarta-feira. Foram realizadas escavações para remover a terra e o asfalto que cederam. Conforme o Dmae, além do dano na rede pluvial, foi encontrado dano em uma tubulação de esgoto em aço, de 1.000 milímetros. Esse encanamento está a quatro metros de profundidade, foi instalado há 60 anos, e também precisará ser substituído.

Por unanimidade, o Comitê de Política Monetária, o Copom, elevou a taxa Selic de 13,25% para 13,75% ao ano. A Selic serve de base para as taxas de juros da economia brasileira e é o principal instrumento utilizado pelo Banco Central para tentar manter sob controle a inflação oficial do País. A inflação do País é medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, o IPCA. Em junho, o indicador fechou em 11,89% no acumulado de 12 meses, no maior nível para o mês desde 2015. O IPCA está bastante acima do teto da meta de inflação, fixada em 3,5% para 2022 pelo Conselho Monetário Nacional, o CMN. A margem de tolerância, para mais ou para menos, é de 1,5 ponto percentual. Esse foi o 12º reajuste consecutivo na taxa Selic. Com a elevação, a taxa está no maior nível desde janeiro de 2017, quando também estava em 13,75% ao ano.

A frente fria que passa pelo Estado deixa o tempo instável em grande parte do Rio Grande do Sul nesta quinta-feira. As áreas de instabilidade provocam nebulosidade e chuva em território gaúcho. Em algumas cidades a chuva já ocorre desde as primeiras horas da manhã. Ao longo do dia, existe o risco de temporais e vento forte na Região Sul, na Campanha, na Região Central, na Região Metropolitana e no Litoral Norte. Quanto às temperaturas, a quinta-feira começou com a temperatura amena no Estado. NO decorrer do dia, o tempo fica abafado em algumas áreas do Rio Grande do Sul, principalmente na Região Metropolitana, na Região Norte e no Litoral Norte Em Porto Alegre e Esteio, a nebulosidade predomina, com previsão de pancadas de chuva e risco de chuva e vento forte nesta quinta, com máxima de 21°C. Em Tramandaí, o tempo fica instável e existe a possibilidade de rajadas de vento, com máxima de 25°C. Já em Santa Maria, a previsão é de chuva e bastante nebulosidade ao longo desta quinta, com risco de tempestade e máxima de 21°C.


Compartilhe: