Pastor é preso suspeito de estuprar as quatro filhas na Região Metropolitana

Ele tem antecedentes criminais por abuso sexual

Compartilhe:

Um pastor de uma igreja evangélica de 40 anos foi preso preventivamente suspeito de estuprar as quatro filhas. Ele já tem antecedentes por abuso de uma adolescente em 2002, em Humaitá, na Região Norte do Estado, e outro abuso de uma mulher em 2007, no município de Estrela, no Vale do Taquari.

Desta vez, o caso ocorreu em Portão, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Ele não teve a identidade divulgada devido à uma possível exposição de suas filhas, que são menores de idade.

Duas das filhas têm 12 anos, as outras duas têm 15 e 17 anos. No interrogatório, o detido confessou a prática do abuso sexual somente da menor de 17 anos. Ela veio a engravidar. Conforme a Polícia Civil, o pastor disse ter certeza de ser pai da criança esperada pela sua filha.

Além da prisão do pastor, a Polícia Civil solicitou à justiça também a prisão preventiva da mãe das adolescentes. Segundo a Polícia, ela teria ciência dos crimes e admitido esse fato em depoimento, mas não fez a denúncia. Ela afirmou ter presenciado quando uma das adolescentes de 12 anos foi abusada há cerca de três meses.

Mas a decisão foi somente pelo afastamento dela das filhas e também do filho da adolescente de 17 anos, que está com 11 meses. Eles terão atendimento médico e de saúde mental. Também haverá exame de corpo de delito.


Compartilhe: