Menino é morto e pai policial baleado em ataque a tiros no Litoral Norte

A criança foi socorrida, encaminhada para Porto Alegre, mas não resistiu aos ferimentos

Compartilhe:

Um menino de seis anos de idade morreu após ser baleado dentro de casa num ataque a tiros realizado por bandidos na tarde de domingo (7), em Imbé, no Litoral Norte. A criança foi socorrida, encaminhada para Porto Alegre, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito na manhã desta segunda-feira (8). O pai do menino, um sargento da reserva da Brigada Militar, foi baleado na ação.

Conforme a Brigada Militar, o crime ocorreu por volta das 17h30 da tarde, na rua Getúlio Vargas, no bairro Centro. Dois bandidos entraram na residência do policial militar aposentado e atiraram contra quem estava no local. O brigadiano foi ferido no braço. O filho dele, atingido por um disparo de arma de fogo na cabeça.

Após o ataque, os dois bandidos – que usavam máscaras e capuz – que entraram na residência fugiram. Eles embarcaram em um Ford Ka preto, que foi encontrado incendiado na avenida Não-Me-Toque, ainda em Imbé. A polícia suspeita que pelo menos mais um criminoso tenha participado da ação.

O pai e a criança foi encaminhados para atendimento médico em Tramandaí. Diante da gravidade do quadro, o menino foi transferido para o HPS (Hospital de Pronto Socorro) de Porto Alegre. A morte do menino foi confirmada pela Brigada Militar, por meio de nota, na manhã desta segunda-feira (8).

Buscas foram realizadas durante o domingo, mas ninguém foi preso até o momento. O caso foi registrado na Polícia Civil, que deve investigar as circunstâncias e a motivação do crime.

Nota de pesar da Brigada Militar

A Brigada Militar divulgou uma nota de pesar por conta do falecimento do filho do sargento aposentado após o ataque a tiros em Imbé. Leia na íntegra.

Nota de pesar

O Comando da Brigada Militar, seus oficiais, praças e servidores civis manifestam seu mais profundo pesar pelo falecimento da criança de apenas seis anos, filho do sargento da reserva Alexandre de Jesus Ferreira, ocorrido nessa manhã de segunda-feira.

O menor foi vítima de um disparo de arma de fogo após um ataque à residência onde morava com a família e, no qual, seu pai também foi ferido. A ação criminosa ocorreu no último domingo, na cidade de Imbé, e suas circunstâncias e autoria estão sendo investigadas.

A Brigada Militar e a família brigadiana reiteram seus sentimentos aos familiares e amigos da criança e reforça que, desde o ocorrido, tem reunido os recursos humanos e materiais necessários para responder à essa covarde agressão que vitimou um inocente.

Estamos trabalhando incessantemente no litoral e região para a identificação e a consequente responsabilização do grupo criminoso que protagonizou o crime.


Compartilhe: