FGF pede abertura de inquérito para investigar jogo entre Farroupilha e Bagé pela Terceirona Gaúcha

O jogo terminou 7 a 0 para o Bagé, resultado que eliminou o Farroupilha precocemente da fase de grupos.

Compartilhe:

A FGF (Federação Gaúcha de Futebol) protocolou no TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) um pedido de abertura de inquérito disciplinar desportivo para investigar o jogo entre Bagé e Farroupilha, pela Terceirona Gaúcha 2022.

O jogo, que aconteceu no último domingo (31), terminou 7 a 0 para o Bagé, resultado que eliminou o Farroupilha da fase de grupos. Na segunda-feira (1), o atacante Iago Padilha desabafou nas redes sociais e pediu desligamento do clube de Pelotas.

“É lamentável o que esses caras fizeram lá. Eu tava lá, posso falar. Vender jogo, isso não existe. Já está difícil fazer futebol no interior e os caras vêm de fora para usar para fazer aposta”, diz trecho do texto postado pelo jogador. Padilha já apagou a postagem das redes sociais.

O FGF também exige que a denúncia seja encaminhada ao Ministério Público e à Polícia Civil.

Vídeos

Nas redes sociais do Farroupilha, foi publicado um vídeo no qual aparecem o presidente do clube, Fábio Costa, e Padilha.

No vídeo, o presidente do clube nega ter havido qualquer manipulação. “Ele foi mal interpretado. Isso não acontece e nunca vai acontecer. A venda de jogo que o Iago falou foi a ‘venda de doação’ dos jogadores que entraram e não renderam 100%”, disse.

Este vídeo, no entanto, foi apagado horas depois, sendo substituído por outro, em que o advogado e diretor jurídico do Farroupilha, Hermes Rockenbach garante que o clube averiguará a denúncia junto ao Ministério Público e demais órgãos competentes.

Foto: Luisy Ferraz/ Bagé,

Compartilhe: