Escola e posto de saúde fecham após execução de homem em via pública em Porto Alegre

Criminosos dentro de um carro sedan branco passaram atirando contra o alvo.

Compartilhe:

A execução de um homem em via pública causou a interrupção de serviços públicos em um bairro da zona norte de Porto Alegre. Uma escola e um posto de saúde tiveram que suspender os atendimentos por causa da atuação da polícia.

Conforme a Brigada Militar, o homicídio ocorreu por volta das 10h da manhã, na rua Wolfram Metzler, no bairro Rubem Berta. O local fica distante cerca de 50 metros da Escola Municipal de Ensino Fundamental Grande Oriente. A escola impediu que os cerca de 400 alunos deixassem o local até a chegada de um responsável. O turno da tarde e da noite, que somam mais de 700 estudantes, não terão aula.

A unidade de saúde Rubem Berta, que também fica próxima ao local do tiroteio, também fechou. O posto de saúde só deve reabrir na segunda-feira (29). Na quinta-feira (25), um tiroteio já havia fechado a UBS Wenceslau Escobar, no bairro Mário Quintana.

O homem que foi morto não teve a identidade divulgada pela autoridade policial. Segundo a polícia, criminosos dentro de um carro sedan branco passaram atirando contra o alvo, que morreu no local. A motivação do homicídio ainda é desconhecida, mas a principal hipótese é relacionada a algum acerto de contas relacionado ao tráfico de drogas na região.

Imagens de câmeras de monitoramento poderão ajudar na investigação do crime. O policiamento ostensivo foi ampliado no bairro, com aplicação de efetivos do 20º BPM (Batalhão de Polícia Militar), do 1º BPChq (1º Batalhão de Polícia de Choque), do Bope (Batalhão de Operações Especiais) e do BAvBM (Batalhão de Aviação da BM).


Compartilhe: