Crônica Inter: a afirmação do Gigante

Colorado venceu o Avaí por 1 a 0, na Ressacada, e agora é 5º colocado do Campeonato Brasileiro, com 39 pontos

Compartilhe:

Uma rodada qualquer de um Campeonato Brasileiro de pontos corridos, em uma noite, também qualquer, de segunda-feira (22), em Floripa. Dezessete graus. É o que há para o Inter neste ano após uma sequência de eliminações para pequenos do futebol.

Retomar sua condição de gigante. Escrever o mito de Davi contra Golias de outra forma, mesmo que isso envolva desafiar os desígnios supremos. Acima da posição na tabela, era esse o acerto de contas em Avaí e Inter, na Ressacada. Nesta reles noite de segunda-feira, que os desafios vêm a qualquer hora.

Longe do lar, então, da Pátria. O Colorado estava desamparado do gramado do Gigante e dos gritos, atualmente um pouco esquizofrênicos, da massa vermelha. E o começo foi difícil. O Avaí se insinuava. Logo no início, acertou uma cabeçada na trave. Já o Inter estava precipitado. Perdia jogadas por afobação

Para aumentar a dificuldade, Mano Menezes foi expulso por discutir com o quarto árbitro. Nada mais simbólico. Ter de se afirmar longe de casa e sem os cuidados do patriarca. Nos primeiros minutos sem seu comandante, o Inter se confundiu, mas aos poucos adquiriu confiança. Porém, nada que fizesse acontecer algo no primeiro tempo.

No segundo tempo, o Inter cresceu. Mas o jogo estava mascado, muito disputado. Alemão, Alan Patrick e Pedro Henrique perderam chances. Edenílson foi para o campo. Que história seria se o “Ed” fizesse o gol da vitória. Ele, que atualmente é um exilado em sua própria casa. Tiraram-lhe os companheiros da antiga, e, mais recentemente, lhe tiraram todo o amor.

Mas coube a Pedro Henrique, em um pênalti no último minuto, dar a vitória ao Inter. No lance posterior ao gol, pode-se ver o zagueiro Rafael Vaz, responsável pelo toque de braço que originou a penalidade, lamentando o lance. Um símbolo do que o Inter conseguiu hoje. A vitória do maior, por mais frustrante que seja não ver a força de Davi.

Situação e próximo jogo

Agora o Inter é 5º colocado do Campeonato Brasileiro, com 39 pontos. Na próxima rodada, o Colorado tem a chance de confirmar uma sequência de vitórias contra adversários em situação ruim na tabela do Brasileiro. O Colorado enfrenta o Juventude, no clássico gaúcho, na próxima segunda-feira (29). A partida será realizada no Beira-Rio, às 20h.

Escalações

Avaí

Vladimir; Kevin (Thales), Bressan, Rafael Vaz e Cortez; Eduardo (Jean Pyerre), Raniele e Bruno Silva (Galdezani); Muriqui (Lucas), Bissoli e Guerrero (Pablo Dyego) –4-3-3Técnico: Eduardo Barroca

Inter

Keiller; Bustos, Vitão, Mercado e Renê; Gabriel, Johnny (Edenilson), De Pena (Liziero), Mauricio (Alan Patrick) e Wanderson (Pedro Henrique); Alemão (Braian Romero) –4-5-1Técnico: Mano Menezes

Arbitragem

Árbitra: Edina Alves Batista (SP)
Auxiliar: Fabrini Bevilaqua Costa (SP)
Auxiliar: Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)


Compartilhe: