Cidades do Rio Grande do Sul têm temperaturas negativas, neve granular e chuva congelada

Ao menos sete cidades do Rio Grande do Sul registraram temperatura negativa. Na Serra catarinense, houve quebra de recorde de frio em 2022.

Compartilhe:

A previsão de frio intenso no Rio Grande do Sul se cumpiu. O Estado teve registro de neve granular, chuva congelada na noite de ontem (18) e várias cidades registrando temperaturas negativas no amanhecer desta sexta-feira (19).

A chuva congelada foi registrada em Aceguá, Piratini e Santana do Livramento, na Fronteira Oeste. Já na Serra a chuva congelada foi registrada em São José dos Ausentes, Cambará do Sul e São Francisco de Paula. Em Parobé, na região metropolitana de Porto Alegre, também houve chuva congelada. A leitora Paloma Sahagian registrou o momento na noite desta quinta. Também houve registro de neve granular em Santa Vitória do Palmar, no extremo Sul do RS.

No entanto, com o avanço do ar polar durante a madrugada, as áreas de instabilidade que poderiam causar precipitações invernais se afastaram do Estado. A frente fria avança para a região Sudeste, onde deve provocar chuva e queda de temperaturas.

Amanhecer gélido

O amanhecer desta sexta-feira não deixou por menos. As temperaturas caíram bastante em diversas regiões do Rio Grande do Sul. Ao menos sete cidades tiveram temperatura abaixo de zero, segundo registro do INMET (Instituto Nacional de Meteorologia).

A campeã de frio foi São José dos Ausentes, com -2,8°C (dois graus e oito décimos abaixo de zero). Em Quaraí, na Fronteira Oeste, a mínima foi perto da registrada na Serra: -2,5°C. Vacaria registrou -2,2°C, seguida de Cambará do Sul, com 1,7°C.

Houve, ainda, registro de temperatura negativa em Serafina Corrêa, com -0,8°C, Soledade, com -0,3°C e Lagoa Vermelha, com -0,1°C. Cruz Alta registrou 0°C (zero grau). Canela, 0,2°C (dois décimos positivos), enquanto Bento Gonçalves 0,6°C. Em Porto Alegre, a temperatura foi de 5,5°C.

Frio recorde no Brasil

A estação meteorológica do INMET localizada no Morro da Igreja, em Bom Jardim da Serra, em Santa Catarina, registrou um novo recorde de frio no Brasil em 2022. A estação teve mínima de -6,4°C, superando os 5,9°C registrados no dia 19 de junho.


Compartilhe: