Cachoeirinha decreta emergência após prejuízos causados pelo temporal

Parte da cidade segue sem fornecimento de energia elétrica. Força dos ventos derrubou até torre de transmissão de energia elétrica.

Compartilhe:
Foto: reprodução de vídeo / Prefeitura de Cachoeirinha

O município de Cachoeirinha, na região metropolitana de Porto Alegre, ainda contabiliza os prejuízos causados pelo temporal da noite de segunda-feira (15). O vento foi tão intenso que derrubou uma torre de alta tensão no bairro Jardim do Bosque. Postes de concreto foram derrubados pela força das rajadas de vento.

Conforme a Prefeitura do município, os ventos passaram dos 80 km/h. Apesar da grande quantidade de estragos, ninguém morreu ou ficou ferido na cidade. Além do Jardim do Bosque, os bairros Canarinho e Chico Mendes constam como os mais atingidos pelo vendaval.

Parte da cidade segue sem fornecimento de energia elétrica. Ainda não há previsão de quando a RGE (Rio Grande Energia) vai conseguir restabelecer o abastecimento em Cachoeirinha.

Por causa dos estragos – que danificaram prédios públicos, residências e comércios – as aulas na rede municipal foram suspensas nesta terça-feira. O prefeito Cristian Wassen assinou, nesta terça-feira, um decreto de situação de emergência. O objetivo é ajudar as famílias atingidas.

Na avenida Frederico Augusto Ritter, vários postes de energia elétrica vieram ao chão. A via está interditada para a remoção das estruturas de concreto e, ainda, não há previsão de quando o serviço será concluído.


Compartilhe: