Adolescente desaparecida é resgatada de casa de prostituição pela Polícia na Região Central

“Operação Lascívia” tem como objetivo combater a prostituição infantil e o tráfico de drogas em São Sepé

Compartilhe:

Uma adolescente de 17 anos, desaparecida desde o último mês de maio em Santa Maria, Região Central do Estado, foi encontrada em uma casa de prostituição em São Sepé, também na Região Central. Conforme a Polícia Civil, o fato ocorreu durante uma operação policial que tinha como alvo três casas de prostituição localizadas no bairro Lili.

A ação foi denominada “Operação Lascívia”. Ela tem como objetivo combater a prostituição infantil e o tráfico de drogas em São Sepé. Em decorrência dos trabalhos da polícia, um homem de 51 anos e uma mulher de 50, proprietários da casa onde se encontrava a adolescente, foram presos. O casal preso possui antecedentes por crimes como ameaça, lesão corporal e injúria.

Segunda a Polícia Civil, eles serão indiciados por favorecimento de prostituição de vulnerável e posse irregular de arma de fogo de uso permitido. Já a adolescente não foi ouvida devido à uma determinação legal. O acolhimento da jovem está a cargo do Conselho Tutelar. A investigação pretende descobrir como ela chegou até a casa de prostituição, assim como em que condições era tratada no local.

Ao todo, durante a operação, foram cumpridos mandados de busca e apreensão em três casas noturnas da cidade de São Sepé. Além do resgate da jovem, foram apreendidos neste estabelecimento revólver calibre 38, 42 munições, cocaína e telefones celulares


Compartilhe: